Capítulo 33–Você aceita?

– Você não importa?

– Com o que?

– Com as meninas te xingando? – Ele dirigia concentrado.

– Ah, já me acostumei com isso, Luan. – Sorrir.

– Você é incrível!

Ele sorriu, eu sorrir. 

Aos poucos fomos ficando em silêncio, eu estava com sono. Antes de entrar no carro apenas tirei meu salto e fiquei pensando se eu iria mesmo à casa de Lucas conversar com ele. Ali encostei minha cabeça na janela e adormeci, eu estava bem cansada.

– Ni meu amor. – Luan me chamava calmamente.

– Oi? – Disse sonolenta.

– Chegamos, vamos entrar vem. – Ele pegou minha sandália e me ajudou a entrar em casa.

– Ai que sono! – Disse ao entrar no meu quarto.

– Vai se trocar, ou vai pro banho? – Ele me olhou.

– Banho? – Fiz careta. – E a preguiça? 

Ele riu de mim.

– Porquinha, você que sabe.

– Não sou porquinha. – Ri. – Vou tomar meu banho, antes de eu ir quero te agradecer pela noite ta? Muito obrigado, por ter me acompanhado, melhor companhia não iria ter. – Sorrir. – Foi divertido está com você, e você dança super bem, gostei de ver!

– Ni não precisa agradecer, é sempre bom estar com você. – Ele sorriu. – Vou deixar você tomar seu banho e dormir, amanhã conversamos ta? – Me abraçou, beijou minha testa. – Dorme bem, sonhe com os anjos. – Selou nossos lábios.

– Dorme bem Lu, boa noite. – Sorrir.

Ele então saiu do quarto e eu fui pro banho, que não demorei muito, pois estava com sono. Ao terminar vestir meu pijama e deitei, e ali apaguei.

 

No dia seguinte… 

“Cantor Luan Santana e  Miss Nicole Carvalho, podem estar namorando. Ontem eles chegaram juntos ao baile que Nicole foi homenageada, e mais dançaram juntinhos a noite toda. Hmm, será que tem romance aí? Olha que casal lindo eles formam? E aí será que Nicole topa?”

Estava na sala de manhã assistindo TV com Barbara, pois era a única que estava acordada até agora. E ela me olhou rindo depois dessa reportagem.

– Quando vocês vão se assumir?

– Assumir o que? – Ri.

– O que vocês estão tendo, uai.

– Mas nós não estamos tendo nada, pelo menos não que eu sei.. apenas ficando.

– Ah Nic, para cara! Você e o Luan estão sempre juntos quando da, um love só e fica aí nessa?

– Uai, o que eu posso fazer?

– Dá um passo a  mais Nicole!

– Barbara eu irei ficar aqui por mais nove meses, Luan no Brasil. – Suspirei. – Ele tem a carreira dele e eu a minha, eu não posso e não conseguiria namorar alguém que está tão longe de mim. Eu gosto muito do Luan, mas fazer com que ele me espere também por todos esses meses não é legal. – Disse tristonha.

– Tudo bem Nic, já entendi. – Barbara só disse isso, mas nada além.

Eu então me levantei fui até a cozinha lavei minha xícara que acabara de tomar meu café, e minha mãe conversava com meu pai na cozinha.

– Como foi ontem, Nic?

– Lindo mãe, foi maravilhoso!

– E o discurso? – Meu pai riu.

– Robert já falou pra vocês né?

– Ontem mesmo. – Ele riu.

– Ah, mas foi ótimo! – Sorrir. – Enfim, vou sentar lá fora.. qualquer coisa ta? 

Sair dali indo pra perto da piscina e ali me deitei na espreguiçadeira e pensando sozinha eu fiquei, meus pensamentos estavam bagunçados, confusos. Meus olhos lacrimejaram, e algumas lágrimas escorriam pelo rosto.

– Nicole! – Era Luan chamando.

Sequei rapidamente as lágrimas, respirei fundo e olhei pra trás, dei um sorriso forçado e ele veio até mim.

– Bom dia Ni!

– Bom dia Luan. – Sorrir. – Acordou cedo.

– Também acho. – Ele parou e olhou bem em meus olhos. – Você estava chorando Nicole?

– Não Luan, claro que não. – Mentir, tentando disfarçar.

– Ei não adianta mentir pra mim, o que houve hein?

– Se eu falar nada adiantará Lu, nada.

– Nicole, não confia em mim?

– Confio, não confio mesmo é em mim mesma.

– Eu estou aqui pra conversar tudo bem? Vai me conta o que houve?

– Vou ser sincera com você tá? 

– É isso que eu quero. – Ele sorriu.

Então Luan segurou uma das minhas mãos ele se sentou no chão perto da espreguiçadeira. Eu sorrir fraco e então comecei a falar.

– Sabe Luan, as coisas não estão sendo fáceis pra mim estar aqui em Miami e minha família e amigos no Brasil. Eu sinto falta todos os dias. Vocês aqui nesses dias me fazem tão bem, eu fico tão feliz sabe? Mas quando vocês voltarem a tristeza volta, é como se nada fizesse sentido. – Suspirei. – E como só não bastasse isso, ainda tem que eu estou apaixonada, sério e não sei se isso é bom ou se é ruim.

– Apaixonada? – Ele me olhou assustado.

– Sim.. – Suspirei.

– Por quem Ni?

– Por você! – Disse tão baixo, que foi quase impossível de eu mesma escutar.

Mas ele entendeu bem, e ele sorriu.

– Por mim?

– Sim..

– Nicole eu não quero ver você chorando por isso. Sério!

– Não tem outro jeito.

– É claro que tem, meu amor.

– Como você tem tanta certeza?

– Namora comigo?

– Luan eu… – Ai que eu notei no que ele tinha perguntado. – Oi?

– Isso mesmo Ni, namora comigo, eu amo você,  e não é uma distância que vai nos separar. Não mesmo!

– Você me ama?

– Nicole eu sinto um ciúmes absurdo de você com aquele seu amigo Lucas, Rober sabe. – Ele dizia. – Quando eu vi fotos suas juntos eu fiquei assim o que está acontecendo comigo? É normal? Enfim, Nicole eu só sei que desde quando te vi pela primeira vez lá em Cancun foi diferente, como se era pra aquilo mesmo acontecer, nós dois nos esbarrar, ou quer dizer eu esbarrar em você. Parece que foi escrito sabe? Mas, escrito por Deus. 

Eu só sabia sorrir com as palavras dele.

– Mas você ainda não me respondeu, você aceita? – Ele sorriu.

– Mas será que vai da certo.

– Ni, você aceita?

Ele me ignorou mais uma vez, perguntando novamente.

Anúncios

Capítulo 32– Ficaria comigo?

Na mesma hora que ele me viu ele se virou de costas. Apenas segurei nas mãos de Luan e seguir ao passar por ele. Não queria assim, mas…

Luan On.

Chegamos então ao tal baile. Nicole estava linda com um perfeito vestido azul, esbanjando beleza por todo lado e sim ela era o centro das atenções. Então chegou um cara até a gente.

Luan Of.

Ao seguir até minha mesa e do Luan veio Diogo uns dos patrocinadores do Baile, para me entregar minha coroa e minha faixa, pois eu iria precisar. E a minha mesmo ficou em casa.

– Eu sabia que você iria esquecer, Nicole. – Ele riu.

– Que bom  que me conhece Diogo, juro da próxima me lembrar. – Sorrir. – Deixa eu te apresentar, esse é o Luan!

– Quem não conhece esse cara? – Ele riu. – Um dos melhores cantores do Brasil, e ainda namorado de Nicole. – Eles apertaram as mãos.

Eu tossi, pois engasguei com o ar.

– E aí cara, valeu pelo melhor cantor. – Luan sorriu. – É um prazer!

– O prazer é meu, Luan. Fiquem a vontade. Depois iremos te chamar Nicole, para o seu discurso.

– Tudo bem, obrigado.

– Você preparou um discurso? – Ele me rindo.

– Não. – Ri. – Pior, que não. Nem me lembrei Luan.

Luan começou a gargalhar.

– Não faz isso, poxa. – Fiz bico.

– Ô lindeza, Robert te salvou e salvou sua noite. – Ele disse retirando um papel do bolso. – Fizemos hoje a tarde.

– Que isso? – Perguntei.

– Seu discurso moça! – Ele me entregou.

– Você ajudou ele? – Sorrir.

– Sim Ni. – Ele disse e eu abrir passei o olho, e estava maravilhoso.

– Obrigado Lu. – Dei um selinho nele rápido, e ele puxou a cadeira pra mim e logo depois se sentou.

Na nossa mesa tinha uma plaquinha escrito Nicole Carvalho.

– Tá mais chique que eu oiá só!

Ele riu me fazendo rir, Luan era o máximo.

– Besta.

Luan On.

Nicole estava maravilhosa, não que não ficasse linda em tudo que colocasse. Aliás, ela fica linda até de pijama, até usando aquelas calças largas e blusas surradas. Mas ali, naquele lugar, em meio as flores da decoração, usando aquele vestido, e aquela coroa ela realmente estava LINDA, uma verdadeira princesa.

– Então quer dizer que o pessoal aqui me conhece como o namorado da Nicole? – Sorrir, erguendo uma das sobrancelhas.

– Então.. – Ela riu. – Tá desse jeito.

– Ni sei que não é o momento e nem o lugar, mas o que realmente estamos tendo? Qual é o nosso tipo de relação? – Perguntei a ela que me olhava atenta, vi que seu rosto corou, e seus olhos verdes brilhavam conforme a luz que batia.

Luan Of.

Luan perguntou seriamente, com os seus olhos fitando em cima dos meus. Com certeza, eu fiquei vermelha igual um tomate não saberia como reagir a essa pergunta e nem mesmo responder, afinal eu não sabia o que tínhamos.

– Luan, eu não sei.. – Suspirei. – E eu iria mesmo te perguntar o que temos, mas vamos deixar pra falar sobre isso amanhã, pode ser? – Sorrir.

– Da forma que você achar melhor, Ni.

Então o garçom trouxe champanhe pra gente, e pegamos uma taça cada um. E começamos a beber, conversar. Pra minha alegria Lucas se sentou uma mesa atrás da minha, e de frente pra mim ele sentou. Junto dele estava Larissa, uma das modelos da agência onde trabalhamos. Ela é um amor, uma gracinha de menina, além do mais linda. Estava feliz por ele estar aqui com ela, mas a cara dele não era uma das melhores.

– Luan, eu não sei se estou preparada pra fazer esse discurso. – Disse nervosa.

– Você sempre estar preparada Nicole, olha você está linda é só chegar lá e arrasar! – Ele segurou minhas mãos. – Você com essa coroa, ta uma linda princesa.

– Obrigado. – Sorrir. – Você ta um príncipe com esse terno, sério. 

– Hm, então pronto.. quer ser minha princesa? – Ele riu.

– Eu topo. – Sorrimos.

– Boa noite! – Diogo disse ao microfone.

Então me virei pra cima do local onde ele falava, onde ele recebia todos muito bem, dando boas vindas.

– Antes do nosso jantar ser servido, temos as palavras de nossa Miss Nicole Carvalho e nosso Mister Lucas Bardini. – Todos aplaudiram. – Por favor, aplaudam com mais força vamos recebe-los eles agora.

Então me levantei e falei com o Luan.

– Assim que eu descer acho que é a dança, você vai dançar comigo. – Sorrir.

– Tentarei. – Ele riu. – Vai lá boa sorte.

– Obrigado.

Então passei na frente e Lucas veio atrás, vi sombras, não o cumprimentei nem nada, afinal, ele não iria falar nada. Até chegar ao lugar acenei para todos, subir as escadas e fiquei ao lado de Diogo e Lucas ao meu lado.

– Agora passo as palavras para Nicole.

– Boa noite! Gente o mundo está cheio de gente má, desacreditada, pessimista, que a acaba contagiando quem esta em nossa volta. Devemos ser uma espécie de redoma de vidro e filtrar aquilo que é bom para nosso crescimento, porém o mundo também conta com as pessoas especiais, que nos faz bem e que realmente acreditam que podemos melhorar a cada dia. Eu agradeço a vocês por terem confiado plenamente em minha capacidade de ser privilégiada a ser Miss Universo de Miami, dessa cidade linda que tanto zelo! Eu só tenho a agradecer a vocês, muito obrigado!

Todos aplaudiram e então dei espaço para que Lucas dissesse suas palavras, ele foi falando e eu estava nervosa ali em cima. Assim que ele finalizou, Digo disse.

– Agora música por favor, Nicole e Lucas podem descer e dançar essa valsa. Logo depois o par de cada um dança com vocês e todo baile. – Ele disse.

Não acredito nisso! Eu iria ter que dançar com o Lucas? Ele estendeu a mão e então descemos pra onde dançaríamos, começamos a falsa sem falar nada apenas dançando.

– Ta tudo bem? – Ele então acabou com aquele silêncio.

– Sim, e você?

Continuando a dança, ele me girou.

– Bem. – Suspirou. – Precisamos conversar.

– Sim, depois vai lá em casa.

– Acho melhor ir em meu apartamento, evitar encontrar pessoas.

Eu ia xingar, mas fechei os olhos, respirei fundo.

– Tudo bem, quando eu for eu ligo. – Disse.

E então nos soltamos ele respectivamente foi até Larissa, e Luan veio até mim.

– Me da essa honra? – Ele sorriu todo garanhão.

– Com certeza. – Sorrir.

Ele beijou minha mão e me conduziu a dança. 

Luan On.

Então paramos onde as pessoas dançavam ao som de uma banda que tocava ao vivo. Estava de mãos dadas com Nicole, ela estava ao meu lado, sendo guiada por mim. Não resisti e a olhei de com o canto do olho, deparando-me com Nicole e aquele sorriso que eu nunca vou esquecer, o sorriso que eu lembro todo dia. Nossa, como ela era linda. Minha princesa ao natural, sim… ela não precisa de nada para ser mais bonita, nada a mais para ser a princesa dos meus contos de fadas. Nessa noite ela não estava muito diferente das circunstâncias que eu sempre a vi, só o sorriso dela iluminava toda a sua face e todo o seu espírito. Hoje ela está apenas em cima de uma sandália alta, que realça o seu porte e dentro de um vestido de baile. Sim, o melhor vestido dela, o vestido mais lindo que eu já vi, claro, ele está no corpo da Nicole.

– Eu amo essa música! –  Ela me disse, quando nos posicionamos no meio daqueles casais, que dançavam abraçadinhos ao som de Ed Sheeran – Thinking Out Loud ela dançava suavemente como a brisa, seus olhos brilhavam, seu sorriso estampado em seu rosto. A girei e a voltei pra mim, nossos lábios se colaram, mas ela se afastou antes sorrindo. – Você realmente dança bem. – Sorriu. – Pensei que não dançasse nada, só nos palcos.

– Tem muito o que saber sobre mim então, uai. – Então a abracei e assim dançávamos, conversando baixinho.– Você ficaria comigo?

– Mas… – Ela iria falar e eu a interrompi.

– Eu sei que já ficamos. – Disse. – Tô falando algo mais sério.

– Como um namoro?

– Isso um namoro. – Beijei o topo da sua cabeça enquanto ela entrelaçava os braços no meu corpo. – Então?

– Sim Luan, me sinto bem com você. É bom estar em sua companhia.

Quando ela disse isso foi como meu coração lá dentro soltasse e desse pulos de alegria, de felicidade. Eu estava me sentindo tão bem, tão aliviado com a resposta dela. Durante aquele pouco tempo em que passamos abraçados, eu poderia jurar que havia sido a melhor coisa da minha vida. Claro que ter Nicole para mim, como a minha Nicole seria bem melhor.

A música então acabou e ela sorriu pra mim mais uma vez, esse sorriso que me deixava louco. Então fomos nos afastando, e então Diogo anunciou que o jantar estaria servido. Ao voltar pra nossa mesa o nosso jantar já estava lá.

Luan Of.

– E você Luan? 

Sorrir ao pergunta-lo.

– Eu o que? – Ele bebeu um pouco de água.

Jantávamos e estava maravilhoso.

– Você namoraria comigo?

– É claro que sim.

Minha vontade era então dizer.. o que está esperando pra me pedir? Mas eu ainda não era louca a esse ponto, eu não teria a coragem, e ele então continuou.

– Você é linda, e eu gosto de você.

– Hm.

– Sério mesmo, você deve pensar.. ah você é cantor, pega qualquer uma a hora que quer e bem quiser. Mas nem sempre é assim, eu sou bem tranquilo enquanto, à isso Ni. – Ele sorriu. – E você é diferente, você é você, é inexplicável. 

Eu então sorrir, sorrir como uma boba eu acho, mas depois dessas palavras era só o que eu sabia fazer.

– Obrigado Luan.

Então continuamos a conversar, mas mudamos de assunto. Talvez, antes de ele voltar ainda voltássemos a falar sobre. Enfim, ele então  tirou uma foto e postou.

otimo-para-jantar-romantico

“@luansantana: Sobre ❤ “

E então as horas foram passando, já eram meia noite e o jantar havia acabado, no carro  eu então pedi pra tirar uma foto com ele para postar, e ele tirou, e eu então postei.

tumblr_n9hetsl8E71r55s91o1_500

“@nicolecarvalho: Pois melhor companhia não tem ❤ @luansantana Obrigado por hoje!”

Capítulo 31– Primeira pessoa

A tarde de brincadeiras, diversões foi muito boa. Há tempos não me divertia assim. Estava sentindo tanto a falta do Lucas, me arrependi de ter pedido um tempo na nossa amizade, mas do jeito que estava não dava mais. Ele postou uma foto com a seguinte legenda.

“Ai você ver a importância quem tem pra uma pessoa…”

Indiretas? Só faltou me marcar!

Então a tarde passou, meus pais saíram com Duda para um passeio por Miami. Luan saiu com os amigos pela cidade também, Bruna e Jéssica saíram com Guilherme e Ítalo. 

Fiquei em casa com Robert, pois ele queria conversar comigo.

– É pra xingar? Se for.. não fui eu! – Disse sentando no sofá cruzando as pernas.

– Não é pra xingar.. – Ele riu. – Me diz o porque que Lucas foi embora da festa?

– Não sei… – Suspirei.

– Nicole você sabe sim, me conta vai.. nunca tivemos segredos. 

– É sobre isso a conversa?

– Também, mas tem outra coisa.. – Ele se sentou de frente pra mim. – Conta vai.

– Por causa do Luan.

– Oi? – Ele me olhou sem entender. – O Luan? O que ele fez?

– Ele nada, só Lucas com as paranoias dele de achar que manda em mim.

– Continuo sem entender.

– Tá vou ser bem clara e objetiva. Lucas vem com uma papos estranhos que me ama, que gosta de mim, e blá blá blá! Mas a única coisa que sinto por ele é amizade, e ele me beijou aquele dia na boate lembra? Desde daquele dia ficou muito estranho nossa amizade. Hoje ele viu Luan me beijando e veio querer da um de protetor! – Suspirei. – Gosto demais da amizade dele Robert, só que é amizade… simplesmente pedi um tempo da nossa amizade, falei que ele precisa pensar e colocar as coisas no lugares. 

– Meu Deus!

– É também fiquei assim.

– Ta e você e o Luan? O que vocês são? O que está rolando?

– Essa é a outra coisa? – Perguntei.

– Faz parte dessa outra coisa. – Ele riu.

– Ah não sei, a gente fica. – Ri.

– Tá é que se não tivesse o Luan aqui claro, e você e o Lucas estivessem bem ele seria seu par amanhã naquele baile, lembra? 

– Sim, é verdade o baile das miss de Miami é amanhã!

– Exatamente. E como eu não poderei te acompanhar, o Luan vai!

– Vai?

– Ué é claro. – Ele riu.

– Já comunicou isso com ele?

– Não.

– E se o Luan não aceitar.

Ele entrava na mesma hora na sala.

– Aceitar o que? – Ele concertou uma touca na cabeça, e fechou a porta.

– Aceitar em ir com a Nicole para um baile amanhã.

– Baile?

– De galã, Luan.

– Uai vou sim. – Ele se animou e se sentou do meu lado. – Me explica esse trem direito ai.

Então eu sorrir, ele tinha aceitado. Robert então começou a explicar a Luan como era, e ele prestava atenção em tudo.

– Só nós dois então? – Ele sorriu.

– Sim só vocês dois, são um par de convites.

– Ok, amanhã iremos. – Ele disse.

– Ótimo, tudo resolvido. – Disse.

– Nicole estou indo na Elisa ta? Qualquer coisa liga!

– Tranquilo! – Disse.

E ele então saiu.

– Uai, porque voltou cedo?

– Pra te buscar! – Ele sorriu e selou nossos lábios.

– Todo mundo indo pro cinema, encontramos as meninas e elas animaram, vamos?

– Ahh! – Fiz cara de desânimo.

– Deixa de preguiça Ni!

– Ta bom, vamos. – Disse. – Vou só me trocar ta?

– Ta, rapidinho!

Então subi pro meu quarto, me troquei.

tumblr_n3zqyoDRWt1rmdwhno1_500

– Tô pronta! – Disse depois de uns minutinhos.

– Opa, minha linda! – Ele sorriu.

Então fomos andando até shopping mesmo, afinal era perto de casa.

– Na hora que sair na mídia que você me acompanhou no baile, vai virar bagunça a internet. Seus fãs já não gostam de mim. – Risos. – Imagina só.

– Estarei apenas acompanhando uma bela moça até seu baile, deixa o povo pensar, falar, afinal o que é que tem! – Ele riu, Beijou minha bochecha.

– Você existe?

– Olha.. – ele riu. – Acho que sim. 

– Bobo! – Sorrir.

Então entramos juntos no shopping e fomos encontrar a galera, que já reclamava por demorarmos. Assim compramos nossos bilhetes, pipoca, chocolates e sucos e antes de entrar Luan me puxou pra uma foto.

tumblr_m8v814dT1h1rsbxiio1_500

“@luansantana: Cine com a galera @nicolecarvalho @brusantanareal @italoaguiar ❤ “

Então entramos pra sala e lá esperamos que o filme começasse, que foi bem divertido ter uma noite de cine com eles.

FJ

– Então quer dizer que hoje vocês vão pro baile? – Barbara olhou pra mim e Luan.

– Vamos. – Sorrir. – Por que?

– E os amigos como ficam?

– Em casa Rober. – Disse rindo.

– Hoje a noite é nossa. – Luan riu.

– Sei bem o baile que vocês vão.. – Marquinhos riu.

– Calem a boca! – Eu disse rindo.

– Só acho que deveriam levar os amigos. – Jéss disse.

– Juro que se tivesse convites levaria todos, mas é só um par de convites. 

Então era hora de se arrumar, eu optei por um lindo vestido azul escuro, Luan alugou um terno, e nos arrumamos e lindos estávamos. Hoje com certeza, seria uma noite linda!

Ao terminarmos de se arrumar, estávamos prontos, Luan pediu pra que tirassem uma foto nossa ele postou e eu também postei.

tumblr_mys9nv2Cwf1qe48e5o1_500

“@luansantana: Baile em Miami. <3”

@luanmeuamor: Luan e Nicole?

@amorluan: Ahhh eu sabia!

@luanmeuar: O QUE? 😡

@afetonicole: Lindossss ❤ ❤

@brusantanareal: ❤

@gurizinho: Que tudo ❤

tumblr_mys9nv2Cwf1qe48e5o1_500

“@nicolecarvalho: Baile Miss Miami, meu par @luansantana ❤ “

@jesslaguiar: Arrasaram! ❤

@afetonicole: Princesa e príncipe ❤

@luanmeuar: Aproveitadora

@ítaloaguiar: Só acho que…. ❤

@gurizinho: Se assumam logo, poxa ❤

@barbaracarvalho: Só pra avisar, eu shippo muito ❤ hahaha

@brusantanareal: Arraso.

E então fomos.

FJ

Ao chegar no baile, me deparo na porta com um monte de fotógrafos claro que paramos para algumas fotos e perguntas, que era sobre, vocês estão juntos? Enfim ao entrarmos no local, a primeira pessoa que eu vejo, Lucas.

Capítulo 30– Churras

Vimos juntos o sol nascer. Logo ele sorriu, entrando comigo pra dentro me deitou na cama me beijou calmamente, voltou a jogar o lençol por cima de mim, sorriu.

– Volte a dormir. Ta cedo.

– Ta bom, faça o mesmo também. – Sorrir, sem mostrar os dentes.

– Te vejo mais tarde. – Deu outro selinho, e pegou as roupas saindo do quarto.

Eu rezando para que ele não encontrasse ninguém, até ao quarto dele.

E então voltei a dormir.

FJ

Tomei meu banho e me vestir.

tumblr_mjctalNAhW1riquzlo1_500_large.

Quase hora do almoço, quando desci já estavam todos lá embaixo, ouvir gritos vindo da piscina, perto da área de churrasco. 

Na sala não tinha ninguém, até aparecer Rober.

– Bom dia Nicole! – Ele sorriu.

– Bom dia Testa, onde estão todos?

– Lá fora, num churras bão! Pegar uma cerveja ali pro seu pai.

– Te acompanho. – Sorrir. – Essas festinhas assim, me lembra o Brasil.

– Tem saudades né Nic?

– Demais Rob, quero logo voltar.

– Logo estará lá e iremos fazer uma bagunça. – Ele disse pegando a cerveja e piscou. – Vamos lá!

– Já vou. – Sorrir. 

Ele então foi pra fora.

Eu abrir a geladeira e procurava algo pra comer, antes de me afundar num churrasco e Robert me matar! 

– Nicole! – Ela chegou gritando do nada, me dando o maior susto!

– Ai Jéssica sua vaca! – Levei a mão no peito, respirando.

– Foi mal minha linda. – Ela riu. 

– Tudo bem. – Ri. – Tenho que te contar.

– O que rolou? – Ela correu se sentando na bancada.

 – Fala baixo guria. – Disse pegando uns morangos na geladeira. – Ficamos outra vez, foi tão lindo.

– AHHH, que top! – Ela deu seu pequeno surto.

– Seja menas Jéss! – Eu disse, olhando pra ver se não vinha ninguém.

– Cara cê tá toda apaixonadinha no Luan. – Ela sorriu. – E ele em você, Nicole vamos voltar pro Brasil, poxa!

– Mas eu não posso.

– É claro que pode.. Você tem um dever com a cidade, mas pode muito bem fazer tudo lá. – Ela disse.

– Não é tão fácil assim Jéss. – Falei. – Tudo que eu mais quero é voltar logo. 

– Mas me diz o que vocês dois ta tendo?

– Me fala, quero saber também.. – Disse rindo. – Ai amiga não sei, ontem meu pai lá na festa chamou ele de genro, Luan de sogro. – Ri. – Fiquei sem entender, mas enfim.. é complicado.

– Também acho que seja, né Bru? – Barbara disse entrando com Bruna. 

– Suas vacas, acha que é assim é? – Bruna riu. – O que vocês tão dizendo aí?

– Do love do seu irmão com a Nicole. – Jéss disse.

– Hmm, que amorzinho. O que ta rolando, já é minha cunhada? – Bruna sorriu.

– Não sei.. – Ri, dei de ombros comendo meus morangos. – Eu sei que seu irmão é lindo, fofo, um amor.

– Nossa quanta melação! – Barbara riu. – Vocês dois juntos são lindos!

– Eu também acho. – Jess e Bruna disseram.

– Ai ta, vocês me deixam confusa! – Me sentei na bancada. – Ah! Bru, me conta e você e Ítalo?

– O que tem nós?

– Se pegaram ontem? – Ri.

– Que irmão hein Jéssica! Nossa! – Bruna disse.

– Eu falei. – Disse rindo. – Meu amor, eu sou fera né? 

– Você se acha né Nicole! – Jéssica riu. – Meu irmão é um gato né Bru?

– Ítalo me deve uma, olha a gata que eu arrumei pra ele. – Apontei Bruna. – Ta e você maninha, cadê o Arthur? Não veio?

– Não, prova do vestibular. – Ela suspirou. – Saudade do meu amor.

– Todos sofrendo de paixão. Ô sofrência!

– Todas não, epa.. Eu ainda sou curada!

– Ahãm tá! – Bruna riu. – E o Henrique?

– Henrique é um amigo.

– Amizade colorida então né? – Barbara disse rindo.

– Uai, que isso Jéss ta mais que beijos já e você nem me conta sua cadela! – Eu disse dando um tapa fraco nela.

– Fofoqueiras! – Jéssica gritou rindo.

E então pegamos um vinho e começamos a beber, ela me contou tudo, safada do jeito que ela é já imaginam o que ela falou né? Ai essa Jéssica.

Tiramos uma foto, Barbara tirou a foto.

tumblr_ns55xqrEi01s53wq5o1_500

“@nicolecarvalho: Eu amo tanto quando estamos juntas @brusantanreal @jesslaguiar ❤ “

@afetonicole: Princesaaaas ❤

@nicoleprincesa: Como ceis são lindas ❤

@luanamornosso: Tira foto com Luan Nic! 

@marquinhosqw_: Da pra vocês vir aqui pra fora? Haha

@brusantanareal: Amo ❤

@jesslaguiar: Se eu gosto? Eu amo. ❤ ❤

FJ

– Uai reunião de mulheres aqui? – Luan entrou na cozinha.

– Era né Luan, até você chegar. – Bruna disse.

– O dó Bru. – Eu disse, ainda sentada na bancada.

– Essa piroca véia é assim mesmo, deixa ela comigo. – Ele fez um biquinho.

– Que manha hein! – Jess disse. 

– Acho melhor irmos, pois de vela eu não quero ficar! – Barbara disse.

– Abusada! – Eu ri.

– Eu também não. – Jéss disse.

– Vou com vocês. – Bruna saiu atrás dela.

– Gosto das suas amigas, elas desconfiam das coisas. – Ele piscou, vindo até mim segurou o meu queixo e me deu um selinho. – Bom dia.

– Bom, quase tarde né? – Sorrir. – Acordou que horas?

– Olha não dormir depois da hora que fui pro quarto, fiquei acordado mesmo. Ai quando foi umas oito horas ouvir vozes, desci era seu pai e o Robert, iam buscar as coisas pro churras, ai fui com eles. – Ele sorriu. – Seu pai é muito massa cara!

– Ele é né? – Ri – Você deveria ter trago seus pais.

– Eles não puderam vir Ni. – Ele disse. – Mas minha mãe lhe mandou um presente, depois te entrego.

– Ah que linda, saudades dela.

– Ela também ta com saudades de você. Vem vamos lá pra fora a galera ta lá em peso.

– Bora! – Sorri, ele me segurou pela cintura me descendo da bancada.

Então fomos conversando, ao chegar perto da piscina as meninas zoavam, eu apenas ri e passei direto, dando bom dia pra todo mundo. Fui até minha mãe.

– Bom dia mamis. – Dei um beijo nela.

– Bom dia querida, dormiu bem?

– Melhor impossível. – Sorrir. –  Oi amor! – Abracei Dudinha.

– Vamos pra piscina? 

– Depois a Ni vai um pouquinho ta? 

– Ta bom.

Então me sentei e fiquei conversando um pouco com minha mãe e com o Robert, que disse que tinha uma coisa muito importante pra falar comigo, disse que depois conversávamos. Depois fui até Ítalo e Guilherme.

– Ítalo cê me deve uma! – Eu disse piscando.

– Ou cara você é a melhor! – Ele disse me abraçando. – Ou ela é linda, fofa demais, tô me apaixonando.

– Se você brincar com ela, eu mato você. – Sorrir.

– Você é linda sabia? – Ele riu. – Não vou, fica tranquila.

– Ei eu tô aqui.

– Eu vi Gui, cê ta calado moço. – Eu disse. – Porque não trouxe a Sofia?

– Pois ela não podia. – Ele fez careta.

– Coisa mais linda hein! – Eu disse. – Logo você estará de volta.  Vamos pra piscina.

– Bora lá.

Então eu tirei minha roupa e fiquei apenas de biquíni e shorts, coloquei meus óculos e me sentei perto da piscina e pedi Luan que tirasse uma foto minha, ele tirou e eu postei.

tumblr_nw0wmrdozz1t5aojdo1_500

“@nicolecarvalho: Que sempre tenhamos oportunidade de sentir.”

Capítulo 29– Amanhecendo

– Acho que tem uma mocinha que deveria parar de beber. – Luan chegou por trás de mim.

– Licença, de vela não, pelo amor de Deus! – Jéssica riu e saiu.

– Essa sua amiga é um amor! – Luan riu.

– Ela é né? – Risos.

– Me explica uma coisa. – Ele disse tirando o copo da minha mão, e tomando um gole, e colocou na mesa. – Então você é cupida?

– Oi?

– Bruna e Ítalo. – Ele olhou pro canto onde a irmã estava com Ítalo.

– Até que tô servindo pra alguma coisa não é não?

– Bruna fica seguindo esses conselhos doidos seu. – Ele riu.

– Ei! – Ri. – Sou uma ótima pessoa pra isso.

– Hm, sei! – Ele sorriu.

– Lu vocês vão ficar essa semana lá em casa né?

– Acho que não, vamos pro hotel!

– Ah para poxa, lá é grande e da pra todo mundo ir. – Sorrir. – É bom que fazemos umas baguncinhas.

– Cê é toda bagunceira Ni. – Ele riu. – Seu pai não vai gostar!

– Meu amor, meu pai já viu você beijando a filha dele hoje você acha que ele vai falar alguma coisa? Acho que não!

Meu amor, – Deu ênfase me imitando. – eu tenho amor a vida! – Ele riu.

– Então acho que é melhor você ir saindo, pois ele está a dois.. – Ele olhou pra trás. – Pai!

– Nic, estão chamando a gente pra fotos. – Ele disse. – E ai meu genro! – Bateu nos ombros do Luan.

Oi Genro? Como assim pai? O que eu perdi? Eu bebi, mas eu ainda estou sã, como assim genro? Olhei Luan, erguendo uma sobrancelha e ele sorriu.

– E ai sogrão! – Ele disse.

Eu ainda continuei entre meio os dois, os olhando.

– Ta pai,vai indo que eu já vou. – Disse.

– Te espero. – Ele disse sorrindo e saiu.

– Genro, sogrão, o que eu perdi? – Cruzei os braços esperando ele falar.

– Não sei não muié, eu hein! Só sei que estou gostando dessa ideia. – Ele riu. – Vai lá que o sogrão ta esperando você. 

– Cada uma hein! – Disse me virando.

– Uai é assim? Vai sem dá um beijinho? – Ele me puxou pra trás outra vez, me dando selinhos.

– Que love hein! – Marquinhos, Douglas e Rober disseram.

– Shiu vocês! – Ri. – Vou pras fotos, depois quero com vocês. – Sair deixando Luan com os amigos.

Fui até meus pais e Barbara que me esperava.

 Luan On.

– Eita Luanzin, que o trem ta é sério.

– Cara eu tô apaixonado pela Nicole! – Falei a olhando de onde eu estava, ela jogava os cabelos pro lado e mantinha um lindo sorriso nos lábios. 

Que mulher!

– Meu amigo, não precisa dizer só olhar pra vocês já se ver isso. – Marquinhos disse. – Eu shippo esse casal!

– Ah, eu também. – Douglas disse.

– Eu sendo o padrinho tá ótimo. – Rober riu.

– Olha lá como ela é linda!

– Ela é uma gata Luan! – Marquinhos falou.

ÔU! – Dei um tapa na sua cabeça.

–  Uai, só confirmando rapais o que cê disse! – Ele ria.

– Tem que confirmar nada não ué. – Falei.

Falei e eles riam da minha cara, zoando. Amigos né?

Luan Of.

Depois de várias fotos com meus pais, tirei com minha amigas, com os amigos, estava tudo muito legal, e então fomos todos dançar. A festa estava ótima, eu comi, bebi com Luan me controlando, pois Robert pediu claro e Luan queria ganhar o coração de todos. Enfim, depois de festar bastante.

FJ

 – Ni, colocar esses presentes onde?

Barbara, Bruna e Jéss perguntaram.

– Vamos deixar aqui na sala mesmo, amanhã levo tudo pro meu quarto. – Sorrir. – Gente ficam a vontade a casa é de vocês, só não gritem minha maninha está dormindo. – Ri. – Obrigado.

– Licença Nicole! – Todos disseram entrando.

Então era hora da divisão dos quartos, ainda bem que a casa tinha vários. Bruna, Jéssica e Barbara ficariam em um, Rober, Marquinhos e Douglas em outro, Meus pais no de casal, Ítalo e Guilherme em outro. Robert tinha seu quarto e assim  que distribuir todo mundo e todos foram pro quarto. Sobrou Luan!

– Onde eu fico mesmo? – Ele disse sorrindo, do sofá.

– Já trago sua coberta e travesseiro. – Disse rindo.

– Nossa! – Ele fez um lindo biquinho.

– Vem comigo coisa linda. – O puxei dando um selinho. – Seu quarto é esse ta? – Disse abrindo a porta.

– Eu bem pensando que iria ficar com você. – Ele riu.

– Que safado você Luan! – Eu ri. – Mas eu não disse que você não possa ir, afinal é logo na frente do seu. – Apontei sorrindo.

– Hmm! – Ele sorriu e me beijou.

– Vou tomar banho Lu, boa noite… quer dizer, bom restinho de noite!

– Bom restinho Nic! – Ele me beijou e entrou pro quarto.

Eu entrei pro meu e fui tomar um banho, demorado, relaxante. Ao sair do banheiro, fui pro Clouset e me vestir.

original (1)

Quando sair do Clouset e olhei na minha cama, lá estava ele estirado em minha cama de bunda pra cima, e mexendo no celular.

– Oi privacidade! – Ri.

– Oi minha linda! – Ele sorriu, travando o celular ao me ver. – Vim te fazer companhia.

– Eu imaginaria, deveria ter passado a chave na porta. – O olhei,  e me sentei ao seu lado.

– Cê é linda demais sabia. – Ele me puxou  e cair por cima dele.

– Vai ficar aqui? – Sorrir.

– Se você permitir. – Ele deu de ombros.

– Amanhã antes de todo mundo acorda, cê vai pro quarto?

– Sim.

– Ótimo! – Ri. 

Então me deitei do outro lado e ali ficamos trocando vários carinhos, beijinhos, mas nada demais, só Luan que ficava com umas mãos bobas, mas depois de conversarmos,  e os beijos foram esquentando. 

Fizemos amor sem pressa. Conforme Luan se movimentava sobre mim, sussurrava em meu ouvido o quanto me amava e dizia meu nome baixinho, como uma oração. Suas mãos não pararam de se mexer, como se ele quisesse provar que aquilo era real. Ficamos na cama durante horas, fazendo amor e rindo em silêncio, saboreando o toque de um ao outro.

Depois de nos amarmos Luan satisfeito apenas me abraçou. 

Luan On.

Quando Nicole adormeceu em meus braços eu fiquei ali observando seu sono. De vez em quando, tirava os cabelos dos olhos dela, revivendo a noite, relembrando de tudo, e sabendo, do fundo do meu coração , que havia conhecido a mulher com quem quero passar o resto da minha vida.

Luan Of.

FJ

Pouco antes de amanhecer, acordei e vi que Luan não estava ali do meu lado. Sentei na cama e passei a mão sobre as cobertas, depois pulei da cama colocando um roupão, e as roupas de Luan ainda estava pelo chão menos o roupão que não estava ali. Olhei pro lado da sacada do meu quarto, vi que a porta estava aberta fui até lá.

– Olá!

Sob a pouca luz, pois ainda estava escuro fui em direção dele. Quando me viu, ele sorriu.

– Você está bem? – Sorrir.

– Sim estou.

– O que está fazendo aqui?

– Acordei agora a pouco. Além disso, tenho que ir pro meu quarto antes que alguém acorde.

Eu o olhei.

– Eu disse cedo, mas não tão cedo. – Sorrir.

– Tudo bem, olha o sol está nascendo! – Ele me abraçou.

– Não quero que essa semana passe.

– Porque não?

– Pois irei ficar longe de você.

Luan sorriu.

– Eu também não quero Ni.

– Mas não tem jeito. – Ele roçou nossos lábios. 

Então, com um carinho que fez meu coração doer, ele envolveu com os braços. Por um bom tempo, ficamos abraçados ali vendo o sol nascer, ambos desejando que esse momento durasse pra sempre.

                                                                                                                                                                                           

Capítulo 28– Ajudinha

– Isso o que? – O olhei sem entender nada, sentei no sofá e comia alguns docinhos que ali estavam guardados.

– Você e o cantorzinho, de rolo? – Ele me olhou cruzando os braços.

– E?

– E é por isso que você ficou toda bravinha daquela vez que eu te beijei?

– Lucas por favor, pare. – Respirei, dei de ombros.

– Nicole eu amo você cara, para de se fingir de boba. Você vai ficar com aquele cara, que assim que ir embora voltará pegar todas e você irá ficar aqui sofrendo igual idiota e ele lá de boa, tranquilo. – Ele suspirou. – E depois o trouxa aqui vai te escutar, pois você irá chorar e vai me procurar, por que eu sirvo pra isso mesmo, né? Só pra te consolar e acabou, pra mais nada. Você é mal agradecida! – Ele descarregava toda raiva em cima de mim. – Eu te amo, fica comigo, eu estou aqui pra te fazer feliz. Você não sabe o quanto é difícil ficar perto de você e não poder te beijar isso me machuca.

Lucas On.

Eu não aguentava mais segurar e guardar tudo aquilo pra mim, já não dava mais eu precisava desabafar. Isso era sufocante, um tanto!

Lucas Of.

– Lucas, eu sinto muito… – Suspirei. – Mas você pra mim é como irmão, eu nunca poderei amar você como você me ama, me entende? – Me levantei nervosa. – As coisas não são assim, você tem que viver sua vida, tantas garotas lindas ai que são loucas por você. E se isso te machuca, eu acho melhor darmos um tempo com nossa amizade, pois o que eu não quero é machucar você.

– Não me peça isso Nicole.

– É o único jeito Lucas, não há outra forma. – Meus olhos lacrimejaram. – Vai ter que ser assim.

– Me peça qualquer coisa, menos ficar longe de você.

– Se você continuar perto as coisas ficarão ainda mais difícil, então é o melhor a fazer… por favor, se cuida! – O abracei, e sair dali.

Eu não estava acreditando em tudo que ele me disse eu estava assustada, mas eu também já esperava. Não queria que nos afastarmos, mas era a melhor coisa à fazer assim ele não se machucava e eu poderei viver minha vida sem que ele me controle, pois isso já estava ficando doentio. Ao sair da salinha, enxuguei minhas lágrimas e fui até onde meus convidados estavam.

Onde encontrei as meninas.

Lucas On.

Não acredito que ela me pediu isso! Não mesmo, isso só pode ser brincadeira, tudo por causa desse cantorzinho, mas tudo bem, se ela acha melhor assim, depois não vem dizer que eu não avisei. Por mim! Minha parte eu fiz, agora vou viver minha vida!

Sair daquela sala e fui até meus pais, me sentei com eles.

Lucas Of.

– O que aconteceu com o Lucas amiga, ele ta bem quieto, ele não é assim… – Jess me olhou.

– Depois te explico o que houve. – Dei um sorriso de lado.

– Será que posso dançar um pouco com a aniversariante? – Luan chegou por trás de mim sorrindo.

– Mas é claro! – Jess disse.

– Devem! – Bruna riu.

– Vamos Luan!

Então fomos pra pista onde uma galera dançava, onde os garotos pegavam as modelos, estava realmente a maior loucura aquilo ali.

– O que seu amigo queria?

– Podemos falar disso amanhã? – O olhei.

– Como preferir! – Ele sorriu. – Sabia que cê faz uma falta enorme lá no Brasil?

– Aham, como também sinto falta de vocês o tempo todo pra fazer bagunça. – Ele me olhou nos olhos.

– Ai loira, que saudades de você viu… 

– Ai moreno! – Eu ri. – Vem vamos pegar algo para bebermos.

Então fomos até o bar, onde trabalhavam o Buffet, e pedi dois copos de vodka. 

– Então você é o famoso Luan! – Robert veio perto de nós.

– Isso, você deve ser Robert empresário, produtor e amigo de Nicole. – Luan sorriu, cumprimentando. – Prazer cara.

– Prazer é meu Luan, tudo bem?

– Tudo tranquilo!

– Ouvir coisas muito boa de você viu..

– Isso é bom?

– Ganhou no meu conceito.

– Ah, então ta de boa.

Eu olhava os dois conversando.

– Complicada demais isso aí né? – Robert apontou pra mim.

– Cara te falar um pouquinho, viu.

– Ei, eu estou aqui! Hello!! – Rimos.

– Ela é linda isso sim. – Luan disse. – Loira, olhos verdes, e uma mulher maravilhosa!

Juro que fiquei da cor do tomate.

– Hmm, acho que vou sair, pois de vela não quero ficar. – Robert riu. – Não deixa ela beber demais tá?

– Ihh, lá vem ele com essa. – Ri. – Para de paranoia Robert, eu sei quando devo parar.

– Aham sei.. – Ele riu. – Aproveite!

Ele saiu.

– Você com essa mania de me deixar fácil com vergonha né Luan? – O olhei.

– O que eu fiz agora? – Ele riu. – Só falei o quanto cê é linda, e é a verdade!

– Só isso! – Eu ri.

– Ele é gente boa demais, diferente lá do seu amigo.

– Ih, você estranhou mesmo o Lucas né?

– Uai o cara não gosta de mim, não sei por qual motivos.

– Você sabe sim.. não finge de besta. – Eu ri.

– Tá eu sei, mas o que eu posso fazer se meu charme é melhor do que o dele e conseguir flertar seu coração.

Oi? Esse menino tá ficando louco, só pode!

–  Como é que é? – Eu comecei a rir.

– A verdade ué. – Ele me roubou alguns selinhos.

– Ni. – Duda chegou perto de mim.

– Oi minha princesa? – Sorrir.

– Mamãe ta te chamando.

– Estou indo lá ta? – Sorrir. 

Ela saiu correndo até onde meus pais estavam.

– Vai lá, eu vou na rapaziada. – Luan sorriu.

– Ok Luan!

Então fui pra um lado, Luan pro outro.

– Oi mamis! – Sorrir ao me sentar ao lado dos meus pais.

– Será que podíamos cantar os parabéns, pois Duda já esta caindo de sono, e aí eu levo ela pra sua casa. – Minha mãe disse.

– Claro uai, vou só avisar o Robert, pois ai ele junta todo mundo pode ser?

Ela concordou e então foi o que eu fiz avisei ele, que avisou a todos. E eu então fui pra trás da mesa, e claro Duda foi comigo e ali ficamos acendemos as velas e começaram a cantar parabéns a tirar fotos.

– Com quem será? Com quem será?

– Ai não! – Ri baixinho, e duda riu.

– Com quem será que a Nic vai casar? – Todos calaram e Duda gritou.

– É com o Luan,. – E todos foram na dela. – É com o Luan que a Nic vai casar!

E pra terminar juntou Iza e Rober, puxando o bonde.

– Há há, hú hú ô Nicole eu vou comer seu bolo! – Eles gritavam e riam.

– Ta chega, eu sei que vocês me amam, mas chega! – Rindo.

– Discurso, discurso! – Meu pai também entrou na farra puxando o bonde.

– Ai não gente sou boa pra isso não, mas vamos tentar ta? Feliz aniversário pra mim e obrigada minha família que é insubstituível! Sempre ao meu lado, meu porto seguro, meu exemplo, a mão amiga, o aconchego, o conforto, amor, segurança, certeza de que com eles é o meu lugar! Existem os mais presentes, existem os mais distantes, porém, cada um ocupa um lugar no meu coração e lembranças das quais jamais me esquecerei. Então hoje, ao completar mais um ano de vida, devo agradecimentos a todos eles que fizeram parte do meu caminhar, do meu crescimento, das minhas descobertas, conquistas e vitórias. Por todo apoio, todo carinho, toda compreensão. Eu os amo tanto, e sim, eu tenho a melhor familia do mundo. E agradecimentos especiais vão para minha amada mãe, meu pai, minhas irmãs e Angel! Que é a razão da minha alegria constante, o meu maior exemplo e paixão. Obrigada a todos os meus amigos, próximos e distantes. Vocês são luz para a minha vida e eu sou grata de coração por tudo o que representam. Um gesto de carinho, de atenção, de entendimento, de paciência, de sorriso, de irmandade. Tudo isso faz o meu coração bater mais forte e transbordar sentimentos bons. Que Deus os presenteie sempre de realizações e alegrias… Pois todos merecemos ser felizes não só no dia do nosso aniversário, mais em todos os outros também! Valorizar amizade é um bem precioso que não é todo mundo que consegue. Pelo menos não com tamanha verdade e amor. Por isso felizes somos nós que cultivamos esse bem que nada no mundo pode comprar ou substituir. Amo vocês! – Sorrir, sim eu chorei e todos choravam. – Ta chega de choradeira! – Eu ri. – Vamos ao primeiro pedaço de bolo.

– Opa é meu! – Jess gritou.

– Que seu o que! É meu! – Luan gritou.

– Acho que é meu hein! – Ítalo riu.

– Calados vocês. – Ri. – O primeiro pedaço de bolo eu queria dividir com muitos aqui, pois todos são especiais. Mas existe um pessoinha que eu vivo morta de saudades dela, meu coração até doí, eu amo ela tanto, tanto e ela sabe disso. – Sorrir. – O primeiro pedaço é pra Dudinha! – Eu sorrir, e ela que estava do meu lado deu pulos de alegria.

– Viu não tem nada de vocês, é meu! – Ela apontou o bolo rindo.

– Puxa saco! – Luan começou a puxar.

Eu então ri, e procurava Lucas no meio daquela multidão, mas ele não estava. Então deixei que o pessoal do Buffet repartisse os pedaços de bolo.

– Robert, minha mãe quer a chave lá de casa, ta com você.

– Sim. – Ele disse retirando do bolso da calça. – Mas ela já vai?

– Só levar Angel e Duda em casa, meus pais vão voltar. – Sorrir, pegando as chaves.

– Ok.

Então fui entregar as chaves pra ela, que acabou indo. Ao me virar, Mônica mãe de Lucas estava ali sorrindo ao meu encontro.

– Tia Mônica! – Sorrir.

– Ô minha querida, nós já vamos ta? – Ela sorriu. – A festa esta linda!

– Que isso fiquem mais, está cedo. – Eu disse.

– Não, não estamos indo. – Ela disse. – Lucas já até foi…

Vitória e Samuel irmãos dele também se despediram de mim.

– Ai não, não vão não. – Disse. 

– Nós vamos.  – Reinaldo disse. – Depois vai lá em casa.

– Ah então ta bom tio, pode deixar… – Sorrir.

Abracei eles que foram. Lucas nem tinha visto mais, depois da nossa conversa.

– Ô feiosa, tem tempo pra mim? – Ítalo chegou em mim.

– Claro meu amor. – Sorrir. – Vem! – O puxei sentando perto da mesa de doce.

– Quando vai me ajudar com sua cunhada hein?

– Cunhada? – Eu o olhei rindo.

– É uai a gatinha da Bru.

– Uai quando você quiser, só que se você brincar com ela.. vou brincar com você também, jogo da morte ta?

– Credo Nic! – Ele riu. – Mas é sério ela é linda, venho notando isso há meses, e toda educada também. 

– Uai, porque não falou nada com sua irmã?

– Pois cê sabe como é a Jéssica né?

– Tá amanhã pode ser? – Eu disse.

– Nossa amanhã, ainda?

– Ah então perai. – Sorrir. – Bru! – A chamei.– Vem cá!

– Oi? 

– Conversa com o Ítalo ele ta se sentindo tão sozinho! – Eu disse, segurando pra não rir.

Ele me olhou com uma cara de EU TE MATO NICOLE!

Eu ri, e ela claro que aceitou, Bruna era um amor!

Fui até Jéssica pra fofocarmos um pouco e beber, e comer.

Capítulo 27– Juntou de novo

– Nic! – Era Lucas que batia na porta.

– Oi Luc. – Disse ao abrir, sorrir.

– Nossa que linda! – Ele sorriu. – Robert pediu que te chamasse, está pronta?

– Sim prontinha. – Sorrir. – Tô bem?

– Tá ótima! – Ele sorriu. – Te esperamos lá em baixo ta?

– Ok, já estou indo.

Lucas desceu, eu apenas peguei meu celular, carregador, batom, e coloquei numa bolsinha. E então desci, pois Robert começaria a gritar. Fomos os três pro carro e no caminho eles falavam como estava o local, disseram que estavam os modelos das agência, uma galera da Chanel. Enfim, eu encostei a cabeça na janela e fiquei olhando o celular, eu só queria mesmo meus pais e meus amigos junto comigo hoje, não precisaria nem mesmo de festa, apenas eles. 

Robert fazia de tudo pra poder me agradar, Lucas também, ainda mais ele! 

– Nic. – Robert olhou pra trás, assim que estacionou o carro. – Está cheio de reportes, descer aqui mesmo?

– Pode ser. – Sorrir, dei de ombros.

– Beleza!

– Desce com ela Robert, levo o carro pro estacionamento. – Lucas sorriu.

– Ótimo!

Eles trocaram de lugar, e Robert abriu a porta pra mim segurou minhas mãos me ajudando a sair do carro, e meus olhos já doíam de tantos flashs em cima de mim, apenas acenei e sorrir para eles, não dei entrevista alguma apenas pediram algumas fotos para eu posar e foi o que fiz. Depois entramos no local da festa, era uma salão maravilhoso de Miami, a  coisa mais linda! E a decoração estava magnífica, tudo muito minha cara. Robert sabia bem como deixar as coisas da forma que eu gosto.

– Então? – Robert sorriu, ao entrarmos no salão.

– Aprovadíssimo! Você arrasa né? – Sorrir, o abraçando forte. – Obrigado!

– Ô Nic, você merece demais. – Ele sorriu.

Então os convidados foram me cumprimentando me desejando felicidades, e me entregando os presentes. Tinha ali os pais de Lucas junto aos irmãos dele. Uma mesa com a galerinha da Chanel, umas meninas da agência e uns rapazes também. Tinha minha produção que sempre estava junto comigo nos eventos.

Abracei todos e agradeci por todos os presentes, que não eram poucos, guardei tudo e Lucas entrou  logo atrás. 

– E aí Nic?

– Ficou tudo muito minha cara!

– Contamos com ajuda de outras pessoas. – Ele disse.

– Outras pessoas? Quem? – Sorrir.

Quem mais seria? 

Essa era a voz da Jéssica, quando olhei pra trás ali estavam Jéssica, Ítalo, Guilherme, Bruna, Luan, Rober, Marquinhos, Douglas, Barbara, minha mãe, meu pai, Duda e a Angel também.

– O que vocês estão fazendo aqui? – Eu sorria como nunca.

Meus olhos se encheram de lágrimas e emocionada eu estava.

– Uai, viemos passar o aniversário da nossa amiga junto dela uai. – Rober riu.

– Gente vocês não tem noção o quanto eu desejei isso, sério. – Eu pulei neles de tanta felicidades.

– Quem ajudou na decoração foi Jess, Bruna e sua mãe, que deram ideias! – Robert disse.

– Arrasaram! – Sorrir.

Então fui abraçar cada um meus pais, minhas irmãs,  todos eles ai que saudades que estava do meu povo. Até que chegou a vez de abraçar ele, o Luan.

– Oi Nic, minha linda! – Ele sorriu, me abraçando forte. – Parabéns muitos anos de vida, que Deus te abençoe e que você seja muito feliz muié. – Ele me olhou.

– Obrigado Lu, saudades de você. – Sorrir.

– Demais, só que vamos passar uma semana com você.

– Ah, você ta brincando?

– Claro que não uai. – Ele riu.

– Ai que tudo! – Abracei ele novamente. – Rob!

– Oi Nic, menina apenas quinze então?

– É sim. – Ri.

– Em cada perna né Nic? – Marquinhos riu.

– Ou, claro que não! – Ri.

Então depois de cumprimentar eles e apresentarem ao Robert e ao Lucas, todo mundo foi se sentar para aproveitar a festa. 

Lucas então me chamou.

– Ele então é o Luan?

– Sim, ele mesmo… porque?

– Nada, não tem nada Nic. – Ele sorriu. – Tira uma foto comigo vem?

– Bora. – Sorrir.

Então tirei a foto com Lucas e ele postou.

 

Lucas On.

Não gostei da maneira que Luan estava olhando Nicole, não mesmo! Quem ele pensa que ele é? Pra minha alegria ele ficaria uma semana na casa de Nicole, como lidar?

Postei nossa foto então.

Screenshot_2015-04-24-18-57-08-1

“@lucasbardini: Na festa da melhor, parabéns Nic, toda felicidade do mundo, pois você merece! Te amo ❤ @nicolecarvalho.”

Lucas Of.

– Nic, vem amiga queremos conversar! – Bruna e Jéss me puxaram.

Fui com elas e conversamos bastante, elas diziam como estavam as coisas no Brasil e eu dizia como estava indo as coisas aqui. Nossa elas falando dos passeios delas só me dava mais vontade ainda de ir com elas, de verdade. 

Tiramos algumas fotos e Bruna postou.

tumblr_mj9kn1yJxF1s2ncmlo1_500

“@brusantanareal: Merece toda felicidades do mundo! Hahaha @nicolecarvalho ❤ “

As horas passando todos conversando, bebendo, comendo, dançando a festa estava demais. Estava conversando com Ítalo, até Luan vir me chamar.

– Nic, vem quero conversar com você. – Ele sorriu.

– Vamos Lu. – Sair junto com ele pra um lugar mais calmo, e nos sentamos.

– Me diz como está os dias aqui?

– Legais até. – Disse. – Só que a saudades de lá é grande né?

– Imagino. – Ele sorriu e deu um gole em seu copo. – Nic, é… – Ele parou.

– Pode falar Luan. – O olhei.

– O que você tem com aquele Lucas?

– Lucas? – Ri. – Nada, apenas amizade. Por que?

– Nada.

– Ei Luan, pode perguntar, sem segredos. – Risos.

– Ele fica querendo me provocar com você. – Luan riu. – Ele não gostou muito de mim.

– Na verdade ele não gosta. – Ri. – Mas fazer o que né? 

– Porque não gosta?

– Pois já ficamos. – Sorrir.

– Por isso? Então… quer dizer que..

– Que?

– Ele gosta de você?

– Ah, sei lá!! – Dei de ombros. 

– Hmm. – Luan alisou meu rosto. – Cê ta a cada dia mais linda né?

– Ah é? – Sorrir.

– Ta demais. – Ele sorriu. – Tenho saudades de ficar juntinho com você como das outras vezes.

– Eu também. – Disse. – Sinto falta.

– Então se estamos tão perto.. – Ele riu com a cara mais safada do mundo.

– Você não vale nada né Luan?

– Valho pra muita coisa, uma delas pra isso, olha. – Ele me puxou e me deu um longo beijo quente, e eu claro correspondi, não poderia negar que um beijo melhor que esse não tinha, no final do beijo ele deu uma mordida em meus lábios.

– Com certeza você vale. – Sorrir.

– Que saudades desse beijo, desse fogo que só você consegue acender.

– Aham sei. – Ri.

– Não duvide! – Ele me deu outro selinho. 

E nós rimos.

 Quando viramos pra frente Lucas estava na nossa frente.

– Preciso falar com você. – Ele apenas disse isso e entrou numa sala que tinha ali.

Olhei Luan, ele disse que tudo bem que me esperaria. 

E eu então fui até a sala.

– Oi Luc? – O olhei.

– Então era por isso?