Capítulo 17– Cidade.

Então nós fomos pra sala onde o restante da galera estava e lá nos divertimos o máximo, brincando, bebendo, comendo, estar com a galera assim era muito bom.

A brincadeira durou o restante da noite e quando deu umas três e meia da manhã eu subir pro quarto onde eu  iria ficar e cair na cama, tinha me divertido o máximo nesse dia aqui na fazenda, mas amanhã já voltaria pra organizar minhas coisas, pois seria a última semana no Brasil.

No outro dia, acordei já eram quase onze da manhã e fui tomar um banho, e logo me vestir.look-dia-inverno-camila-coutinho

– Bom dia Nic! – Jess entrou.

– Bom dia amiga, tudo bem? – Sorrir, ao terminar de maquiar.

– Claro, ah já pronta pra ir?

– Sim Lalá, hoje vou resolver com meu pai a passagem de volta pra Miami. – Disse. – E acho que Guilherme já está a caminho né?

– Ele que vem te buscar, né?

– Sim, ele se ofereceu, diz que quer minha ajuda. – Eu ri. – Já imagina o que é né?

– Gui sempre te pediu ajuda com as mulheres. – Ela riu. – Você é boba e sempre ajuda.

 – Credo Jess, coitado do seu irmão.

 – Boba! – Ela riu. – Então vem tomar café comigo, pois ainda não tomei.

– Vamos. – Peguei minha mala e desci com ela ao chegarmos na sala, os meninos jogavam vídeo-game.

– Poxa! Já vai? – Lucas me olhou.

 – Vou tomar e esperar Gui vir, ai eu vou. – Risos. – Tenho que preparar minhas coisas né? Bom dia meninos!

 – Bom dia Nic!

Então fomos para sala de jantar onde a mesa de café ainda estava posta, e nos sentamos junto com Letícia que também iria tomar, conversamos, rimos.

– Oi galera! – Escutamos a voz de Gui.

– Ah não, Guilherme podia ter demorado mais um pouco. – Jess fez bico.

– Ô Jess amanhã cê volta e vai lá me ver ta? – Ri.

– Cheguei mulheres lindas!

– Deveria ter demorado mais! – Jess disse.

 – Nossa, quanto amor. – Ele agarrou a irmã. – Tudo bem Let?

 – Tudo Gui, e você?

 – Bem demais. Oi Nic, pronta?

– Sempre! – Sorrir.

– Vou só ver meus avós e meus tios e descemos ta?

 – Tranquilo. – Sorrir.

– Me conta tudo!

– Tudo o que? – Ri.

 – Que ele te contar.

 – Jess curiosa demais. – Letícia disse rindo.

 – Ai credo vocês são chatas hein! – Ela disse.

 Não demorou muito veio Guilherme e todo mundo junto, despedir de todos e entramos no carro. E eu liguei a rádio no carro.

 – Vai, desembucha! – Eu ri, olhando o Gui.

 – Nossa da pra notar que preciso tanto conversar assim?

 – Você largar a guria lá só pra me buscar, já é o bastante. – Risos. – Vai conta.

 – Então Nic, essa menina ela não ta tão na minha.

 – Como assim? Você não estava com ela ontem?

 – Sim, só que tem uma coisa, ela fica comigo, mas fica se fazendo de difícil sabe? Ai o homem como você sabe, é trouxa e adora isso né? Aí que fica mais louco mesmo, e eu tô nessa.

Eu não me aguentei e ri, mas ri muito, era engraçado a cara que ele fazia explicando, coitado.

– Ei não ri Nicole! – Ele fez um bico.

– Ta desculpe, mas então.. ela faz isso pois tem medo de se machucar passe segurança pra ela, que você gosta dela realmente, que ela vai passar a confiar em você e deixar de ser difícil assim, conquiste ela.

– Ok, viu você sempre teve as melhores palavras! – Ele sorriu. – Considero você como uma irmã Nic!

– Opa Gui, você sabe que pode contar sempre. – Risos.

– Ah e  você e o Lucas, rolou algo?

– Seu primo? – Ri.

– Não, claro que não. Era pra rolar?

– Não porque ele te olhou de uma forma, que nossa!

– Nem notei. – Mentir.

Ele realmente havia me olhado diferente, mas enfim.

– Ahh, sinal amém! – Disse pegando meu celular.

– Nossa! – Ele riu. – Tanta falta assim?

– Bastante, quero postar as fotos com a galera! – Sorrir. – Nossa!

– O que?

– Dez ligações do Luan.

– Cantor? – Ele riu. – Ihh, ta com ele?

– Apenas ficando Gui, só isso.

– Hmm,  sei..

– Ai besta! – Rimos.

Então entrei no whats, e tinha mensagem dele.

“O que houve? Você está bem? Está sumida Ni! 😦 “

Bom dia Luan, estou bem, só que não estava na cidade e sim na fazenda, lá não tem sinal. Desculpe…”

Então respondi Robert que também me procurava, respondi todos.

– Ta chegando?

– Sim estamos. – Ele riu. – Menina impaciente gente.

– Só um pouquinho. – Ri. – Me diz quem é a menina?

– Acho que você não conhece. A Sofia, irmã do Mateus.

– Mateus fotografo?

– Isso mesmo. – Ele disse. – A irmã dele.

– Mas você e ele são amigos não são?

– Bastante, ele me levou pra conhecer ela e ai gostei.

– Sei quem é ela. – Sorrir. – Linda ela, boa escolha, só que ela tem cara de ser antipática.

 – Nossa Jessica dois! – Ele riu. – Ela disse o mesmo.

 – Mas é uai. – Rimos.

 Já estávamos na porta do Alphaville e o porteiro liberou, e nós entramos.

 – Olha então qualquer coisa você me liga ta? Que eu te ajudo. – Risos. – Obrigado por ir me buscar. – O abracei.

 – Por nada Nic, e até outro dia.

 – Vem me ver antes de eu ir ta?

 – Pode deixar. – Ele sorriu, eu sair do carro pegando minha mochila e acenei e entrei em casa.

 Quando entrei só estava minha mãe e Duda em casa.

– Boa tarde! – Sorrir.

– Boa minha filha. – Minha mãe sorriu.

– Niiii! – Duda veio correndo me abraçar.

– Como foi lá?

– Muito bom mãe. – Sorrir. – Agora vou tomar um banho e volto pra almoçarmos.

– Cadê Barbara?

– Saiu com Arthur desde cedo, seu pai foi pra empresa, Angel na cozinha.

– Ótimo mãe.

Então subir, ao entrar no meu quarto meu celular apitou. Olhei era Luan.

Ah que bom que está bem, você sumiu, poxa. Pensei que tinha ido pro exterior já.”

Não, não, rs. Só quinta! Ta tudo bem?”

“Tranquilo e você linda?”

“Bem também, cheguei agora em casa…”

Ah bom, aqui vamos marcar de nos encontrar hoje?”

“Tá em casa?”

“Ainda não, mas o show é a tarde aqui em Sampa hoje. Aí a noite tô livre!”

 “Uai pra mim ta bom, rs.”

Te pego as nove?”

“Pode ser… que roupa devo vestir?”

“A que você quiser, você se sentindo a vontade é o que importa, e tenho a certeza que ficará linda até se ir como está agora, haha.”

“Nossa haha, você nem sabe como estou kkkk. Então ta bom te espero, hoje.

 “Ta bom Ni, um beijo minha linda!”

Então apenas rir e fui tomar meu banho, e logo me vestir.

 tumblr_mj22glAKvo1ryd72so1_500_large

Me deitei e comecei a postar minha fotos.

tumblr_nlf43jOJ3R1t5aojdo1_500

“@nicoleaguiar: Ítalo um amor, só porque eu reclamei um pouquinho que não aguentava mais andar. Hahaha @ítaloaguiar. ❤ “

tumblr_ni2uomHrxG1rhy30yo1_500

“@nicolecarvalho: Nada melhor do que estar juntas ❤ @jesslaguiar @letíciaguiar”

tumblr_ngfw9sZf6R1ryd72so1_500

“@nicolecarvalho: Agora em casa estou, última semana BRASILLLL! 😦 ” #TôVoltandoMiami

@lucasbardini: ô coisa boa!

@robertguimarães: háaa menina! 

@roberlelis: Vai nãaaao! 😦

@brusantanareal: Acho que deveria não voltar mais pra lá. 😦

download (4)mmm

“@nicolecarvalho: Mais uma do fim de semana, com a família Aguiar! ❤ @italoaguiar @jesslaguiar @lucianaaguiar @fernandoaguiar @leticiaguiar @lucasaguiar. “

Então desci e almocei com minha mãe e Duda, logo mais minha mãe disse que iria sair com Vânia uma amiga sua, elas iriam no shopping, Duda quis ir junto. Então eu finalmente fiquei sozinha em casa, até meu celular tocar.

 – Oi linda! 

 – Oi Bru!

 – Como você está gata?

 – Bem e você?

 – Bem também. – Risos. – Ta em casa?

 – Tô, porque?

 – Quem tal vir aqui em casa.

 – Ai Bru, não sei..

 – Vem, só estar eu e minha mãe aqui. – Ela disse manhosa.

 – Ai… tá vou ir.

 – Oba! Sabe em qual quarteirão é?

 – Olha Bru não tanto, mas me fala próximo que qual lugar que eu vou.

 – Perto da academia. – Ela disse.

 – Ah, tranquilo!

– Assim que chegar perto da academia me da um toque que saio pra você me ver.

 – Beleza! – Sorrir.

Então apenas peguei meu celular avisei Angel e sair, fui andando mesmo. Quando cheguei até a academia, liguei pra Bruna ela saiu na porta da casa dela e eu logo a vi. E que casa linda era! 

– Oi lindeza! – Me deu um abraço.

– Oi Bru. – Sorrir.

 – Vem vamos entrar, minha mãe estar lá dentro.

 Então ela me puxou e eu entrei junto, ao chegar na sala Marizete estava deitada no sofá.

 – Oi Dona Marizete. – Sorrir, indo até ela.

 – Oi Nicole, tudo bem? – Ela sorriu.

– Tudo, e você?

 – Bem demais. Mas nada de dona hein moça!

 – Ah, sim pode deixar. – Risos.

 – Fique a vontade. 

 – Obrigado.

 – Vem Nic vamos lá pra fora.

Então sair com Bruna andando por aquela casa enorme, e fomos pra perto da piscina que dava pra ver quase todo Alphaville. Ficamos conversando, contei pra ela que estava na fazenda com Jessica, e ali ela ficou me contando algumas coisas.

Tiramos uma foto e ela postou. Isso iria causar uma confusão!

tumblr_nrsmu6EuhU1t5aojdo1_500

“@brusantanareal: A companhia de hoje, adorooo! ❤ @nicolecarvalho, a mais linda!”

@bruprincesa: Hmmm, cunhadas será?

@luanmeumenino: Essa menina de novo 😡

@meuamorls: Aff 😡

@nicolerainha: Maravilhosaaaaas! 

@roberlelis: Encontrinho sem eu? Acho paia! 😦

@nicolecarvalho: Em melhor companhia haha ❤

Anúncios

Capítulo 16– Fazenda.

– Nic, sou eu!

– Oi Jess? – Ri.

– Então.. preciso saber se você vai mesmo. – Ela disse.

– Pra fazenda?

– Isso.

– Pode confirmar, eu vou. – Risos. – Você deveria vir aqui pra casa, adivinha quem estar aqui…

– Luan?

– O que Luan estaria fazendo aqui Jéssica? – Eu ri.

– Uai seu vizinho né? – Ela riu. – Quem?

– Débora! – Suspirei.

– Nossa, sorte ou azar?

– Depende… se for o que eu estou pensando, com certeza azar!

– O que?

– Acho que veio pra ficar.

– Vish, boa sorte amiga, paciência, vai precisar!

– Já estou precisando, enfim, amanhã te espero cedo.

– Beleza, quem vai é só o Ítalo.

– E o Gui?

– Tá de rolo com uma aí. – Ela riu.

– Perdemos mais um. – Suspirei.

Ficamos conversando por mais um tempo, mas logo ela desligou e eu fui comer alguns pedaços de carnes.

– Quando volta Nic? – Henrique filho do amigo do meu pai conversava comigo. Éramos amigos até, sempre saia junto comigo e Jéssica, e ele sempre teve uma paixonite por ela.

– Semana que vem. – Disse. – Um mês de férias, mas enfim chegou ao fim.

– E a Jess, também volta?

– Não, vai me abandonar. – Fiz bico. – E você Henri, namorando?

– Que nada Nicole. – Ele riu. – Tô atrás de uma pessoa aí.

– Que pessoa? Talvez eu possa ajudar. – Ri, já sabendo quem seria.

– Você sempre esperta né Nicole, plantando o verde pra colher o maduro. – Ele riu.

– Ué, o mundo é dos espertos! – Nós rimos. – Mas é sério, você é um gato e Jess não te recusaria, você sabe.

– Sei?

– Claro que sabe, e agora ela ficando aqui no Brasil vocês podem se pegar a vontade!

– Ta, ta… – Ele ficou sem graça.

– E a faculdade?

– Terminei, agora administro junto com meu pai a empresa.

– Hmm, Henrique Morais administrando a Empresa Morais? – Sorrir.

– As coisas mudaram.. e você quando começa a administrar a empresa Carvalho? O Paris6?

– Podemos dizer que Barbara e Duda tem mais chances com isso do que eu, se bem que me entende. – Rimos.

– Claro você é da moda, não entenderia muito sobre empresas.

– Hmm, também não é assim! – Ri. – Vai que um dia seja mesmo necessário, mas enquanto isso, sou da moda!

– Ok, senhorita.. – Ele riu. – Dá próxima vez que vir avisa né? Ai saímos como antes.

– Pode deixar irei avisar. – Sorrir. – Amanhã irei vê-la quer mandar um recadinho?

– Acho melhor eu mesmo conversar com ela. – Ele riu. – Confio mais em mim!

– Nossa Henri! – Disse fazendo um bico, e ele riu.

– Bobinha. – Ele me abraçou. – Mas e você, cadê os namorados Nic?

– Que namorados o que menino, estou solteira. – Ri.

– Só pegando o cantor…

– Ih, mas até você.. – Ri. – Me deixe menino.

– Ué. – Ele riu. – Vem Nic, uma foto vai! – Ele me puxou e tiramos.

tumblr_mqf6pvtuV01s2ncmlo1_500

“@henriquemorais: Há quanto tempo não via essa menina, pudemos conversar e relembrar o passado. @nicolecarvalho ”

Então por fim esse churrasco durou até as três da manhã, mas eu já tinha ido pro meu quarto há um tempo, pois fui arrumar minha mala para ir pra fazenda. Ficaram aqui em casa Débora, seu irmão Eduardo que era outro insuportável e meus tios. Enfim, logo dormir e acordei no mesmo dia mais cedo, era umas seis da manhã, tomei meu banho e me vestir.

tumblr_n3pyuiPZjZ1r55s91o1_500

Amanheceu frio em São Paulo, estava garoando. Assim que terminei de me arrumar, desci com minhas coisas e apenas estava Angel na cozinha, já terminando o café da manhã caprichado de domingo.

– Bom dia, caiu da cama? – Ela riu.

– Tipo isso né Angel. – Risos. – Bom dia, vou pra fazenda com Jess hoje.

– Ótimo. – Ela sorriu. – O piquenique ontem?

 – Divino! – Sorrir. – Todos amaram e eu também.

– Que ótimo Nic. Ai você poderia tanto voltar pra cá!

 – Ah, eu também quero Angel, mas logo estarei de volta. – Sorrir, e me sentei para tomar café enquanto conversava com ela.

Enquanto tomava o meu café, deu sete da manhã e Débora desceu, infelizmente, pensei que eu iria ter o gosto de sair sem ter que ver essa garota.

– Bom dia prima! – Ela disse ingênua. – Já acordada.

– É o que parece né? – Sorrir cínica.

Ouvir barulho do carro buzinar, com certeza eram eles.

 – Enfim, licença. Angel, estou indo já avisei meus pais ta? Só avisem a eles que eu já fui, e que volto amanhã. – A abracei e dei um beijo. – Não te deixo em melhor companhia, mas enfim, boa sorte!

– Boa viagem menina, aproveita! – Ela riu.

– Tchau Nicole!

Apenas a olhei e sair dali.

– Bom dia! – Sorrir ao ver os tios, Jess e Ítalo.

– Bom dia Nicole. – Todos disseram.

– Vamos? – Sorrir.

– Bora!

– Ai Nic nem da pra acreditar que essa é a última semana e que você está me abandonando. – Jess fez bico.

– Um ano passará logo, você vai ver! – Sorrir ao falar. – E você pode ir muito bem me visitar, e vai vocês também.

– Me leva com você Nic. – Ítalo riu.

– Borá gato. – Gargalhamos.

Então a viagem foi bem divertida, ao chegarmos lá era realmente um dia de descanso, afinal não pegava celular, não tinha sinal, celular seria apenas pra fotos. Isso era bom, assim eu poderia pensar na minha vida e curtir o máximo, sem ligar pra redes sociais.

Ao chegarmos na fazenda eu, Jess e Ítalo fomos logo entrando e nos jogando no sofá.

– Já já vamos andar à cavalo. – Jéss disse.

– Vocês sabem que eu sou um desastre nisso, mas quero muito.

– Te ajudo Nic, não tem segredo nenhum! – Ítalo sorriu.

– Ótimo, então ta bom. – Risos. – Vamos lá guardar nossas coisas Jess.

– Vamos antes que chegue o restante da família e voltamos pra procurar meus avós. – Ela riu.

Então subimos, e eu tive que falar pra ela.

– Amiga sabe o Henrique?

– Aquele que sempre saia com a gente?

– Isso ele mesmo. – Ri.

– O que tem ele?

– Ele estava lá em casa ontem e conversando com ele, ele claro que perguntou de você pediu seu número eu passei. – Risos. – Ou ele ta um gatão.

– Não acredito que você fez isso.

– Fiz, ele ainda vai te ligar.– Sorrir.– Me agradeça, pois com um gato daquele, nossa! E você sempre soube que ele é apaixonado por você.

– Tinha umas quedinhas, apaixonado é muito…  – Ela fez careta. – Se ele me ligar eu vou marcar de sair com ele, se ele ta tão gato assim.

– Ta sim e não vai se arrepender. – Sorrir. – Ele terminou a faculdade e agora administra a empresa Morais junto com o pai.

– Ele sempre quis isso né?

– Demais Jess.

Então descemos e fomos atrás dos avós de Jéssica, quando nos viu nos abraçou de uma forma tão amável, eu considerava eles meus avôs, já que eu já não tinha mais avós. Pois é todos partiram, e tanta falta eles fazem!

Depois de algumas conversas ali na cozinha, fomos a procuras dos cavalos, o dia na fazenda estava bem fresquinho, segundo os fazendeiros choveu na noite passada. Então eu pude escolher qualquer cavalo.

– Seu Zé, o mais manso! – Pedi rindo.

– Opa perai, já trago o seu. – Ele riu.

– Esses momentos eu vou até registrar. – Jess riu. – Nicole andando à cavalo.

– Aí ridícula! – Ri. – Tire bastantes fotos ta?

 – Prontinho Nicole! – Sr. José trouxe o cavalo pra mim e Ítalo me ajudou a montar.

Enfim quando eu conseguir a montar no cavalo Ítalo ia me dando umas instruções e eu então seguir, e em questão de meia hora e já estava quase uma montadora profissional. Só que não, rs!

Então depois de me ensinarem, eu já estava mesmo pegando o jeito, fomos andar pela fazenda e logo nos sentamos e como de costume quando vínhamos tomávamos Chimarrão. Então conversas iam e vindo, fotos tiradas. Então estava bem calmo até ali, era um ótimo lugar pra ficar só e pensar, maravilhoso.

Enquanto isso, em Santa Maria – RS.

– Ai que saco! – Falei.

– Que isso Luan? – Rober me olhou.

– Ligo, só da fora de área ou desligado.

– Nicole?

– É… – Disse. – Será que ela voltou pra Miami?

– Ela disse que era só semana que vem né cara? Agora não sei. – Ele riu. – O que cê ta sentindo pela Nic cara?

– Não sei bem o que é ainda, mas porque?

– Você quando estar perto dela fica todo bobo cara. – Rober disse.

– Bobo?

– É Luan, como se tivesse todo apaixonadinho pela Nicole. – Ele foi logo ao ponto.

– Ahh.. – Apenas disse isso.

– Vamos almoçar cara.

Então sair atrás de Rober para encontrar o resto da equipe, enquanto eu tentava ligar pra Nicole. Mas continuava da fora de área ou desligado.

Será que era isso mesmo? Será que eu estava mesmo me apaixonando por Nicole? Isso as vezes pode até ser bom, mas por um outro lado nada haver. Ela vai embora semana que vem e… ah sei lá!

De volta à São Paulo…

– Nic, vem vamos almoçar. – Jess disse ao voltarmos a casa da fazenda.

– Chegou o restante do pessoal.

 – Quem esta aí? – Perguntei.

 – Com certeza meus tios e as mulheres deles, Lucas e Letícia escutei a vozes deles.

– Ah sim. – Risos.

Lucas e Letícia eram primos de Jéss, eram bem legais. Então fomos todos para sala de jantar cumprimentei os tios e os primos deles e me sentei e ali ficamos conversando, almoçamos, rimos, contando histórias. Enfim o dia foi resumido em diversões,pois a tarde fizemos algumas brincadeiras.

A noite resolveram fazer um churrasco  e chegou mas alguns parentes de Jéssica, então depois de um banho me vestir e me sentei numa pedra em frente a casa, sozinha, pensando na vida e vendo as fotos que havia tirado mais cedo.

– Você gosta mesmo de ficar sozinha né? Isolada. – Ele sorriu com aquele lindo sorriso que tinha.

– Eu Lucas? – Ri.

– Você mesmo, posso te fazer companhia?

– Senta aí. – Sorrir me arredando para que ele sentasse, foi o que ele fez.

– Gosto bastante daqui até.. – Ele sorriu. – Gosta de fazendas Nic?

 – Eu gosto sim é bom pra pensar sabe? Se distrair, é um ambiente maravilhoso. – Sorrir.– Mas eu fui criada na cidade desde sempre, então eu me acostumei mesmo, foi quando Jess me chamava mesmo pra vir com ela.

– Eu entendo. – Ele riu. – Você era pra ser aquelas meninas cheias de frescuras, não vejo isso em você.

– Ah que ótimo, se um dia eu ficar assim eu mesmo dou um jeito. – Ele riu.

– Boba, e você continua linda né? – Ele me olhou, e eu com certeza na hora fiquei da cor de um tomate.

 – Ah obrigado. – Sorrir.

– Tímida ai que linda gente!

– Para Lucas, poxa.. – Ri.

– Que dia vai embora? 

– Pra Miami?

 – Também.

– Amanhã volto pra cidade, e quinta a noite volto pra Miami. Serviços me esperam!

– Miss Universo Miami, que chiqueza mulher!

– Top demais né? – Risos.

OU VOCÊS DOIS!

– Oi Ítalo? – Sorrir. 

– Venham, vamos começar uma competição no Karaokê. 

– Estamos indo.

Então ele se levantou, e quando foi me ajudar me puxou pra cima dele e nós ficamos um pouquinho perto demais, até demais pro meu gosto. Logo abaixei meu rosto, fazendo com que ele desse um sorriso e disse. 

– Desculpe.

– Ta tudo bem! – Sorrir, me afastei aos poucos dele e fomos eu na frente e ele atrás.

Capítulo 15– Piquenique.

– Você me deixa sem graça, dessa forma Luan. – Risos.

– Ô minha linda. – Ele riu, me puxou pela mão e me deu um selinho. – Antes de você voltar vamos pra algum lugar?

– Só você marcar, semana que vem última semana.

– Ok! – Ele sorriu. – Eu te ligo, bom passeio pra vocês.

– Obrigado! – Sorrir, e ele me beijou outra vez.

Na verdade eu não sabia mais o que estava bem acontecendo, não sabia o que rolava entre eu e Luan, estamos ficando até então, mas é tudo tão estranho, sei lá… Será que ele fica com outras, mesmo ficando comigo? Ai meu Deus! Acordei dos meus pensamentos e ele já virava o quarteirão, enfim as meninas apareceram.

– Nic, vamos?

– Vamos meninas! – Disse voltando pra dentro, pegando meu celular, e as outras coisas, levei pro carro da minha mãe e entramos e fomos todas animadas, até Duda veio com a gente, colocamos a rádio pra tocar, e nem precisa dizer né? Que parecíamos cinco loucas dentro do carro cantando gritando e que todos nos olhavam. Hahaha, em trinta minutos estávamos no parque Ibirapuera, e ao chegarmos lá, encontramos várias meninas com presentes, blusas de fã clubes, tinha no máximo umas sessenta meninas e também tinha alguns meninos.

E quando me viram queriam todos me abraçar de uma vez só, só que não iria prestar muito, então eles mesmo se controlaram antes de vir até mim.

– Oi meus amores! – Sorrir.

– Oi Nic! – Todos eles disseram.

– Ai que amor, que bom que vocês vieram ta? Estou muito feliz com todos por vim, enfim… Vou apresentar vocês minhas amigas e irmãs e assim abraço cada um ta bom?

– Ta gatona! – Eles disseram.

– Então essa é a Jéss que todos vocês já conhecem, a Bruna que todas vocês também já conhece que e uma amiga minha, a Babi minha irmã e Dudinha também minha caçula, olha preparamos esse dia pra vocês e espero que todos vocês gostem ta? Pra ficar bem organizado vamos fazer uma coisa?

– Vamos.

– Vamos fazer uma fila pra todos tirar uma foto individual comigo e as meninas vão arrumando a toalha e a melhor coisa do dia, a comida! – Eu ri, fazendo eles rirem também.  – Ta bom, quem quiser ir ajudando elas podem também.

Então eles organizaram uma fila e me entregavam presentes e íamos conversando, tirando quantas fotos eles quisessem da forma que quisessem também. Depois de várias fotos tiradas, e quem tirava iam ajudando Bruna e Jess com o piquenique e Babi batia nossas fotos. Até que uma fã chegou em mim.

– Nic não sei se você lembra, mas no dia da premiação da Miss Miami, eu estava lá junto com as meninas que fizeram camisas e tal. – Ela disse. – Escolhi essa viagem de aniversário, só pra ver você!

– O meu amor, que coisa linda! – Sorrir. – Gostou de Miami?

– Amei, que cidade linda!

– Demais né? – Ela sorriu. – Ah posso te fazer uma pergunta?

– Claro. – Risos.

– Você e o Luan estão tendo algo?

– Não, não estamos tendo nada. – Risos. – Só amizade!

– Saibam que formam um lindo casal e que todos já shippam!

– Ai deixa de serem bobas. – Nós rimos.

E continuou as fotos, assim que tirei foto com todo mundo demorou mais ou menos uma hora e meia, mas tirei com todos, e as meninas já tinham forrado com a toalha, e colocado tudo que todos tinham levado.

– Gente que banquete maravilhoso! – Sorrir. – Olha deixa eu falar com vocês, eu agradeço a cada um de vocês por terem vindo ta? Ao Piquenique da Nicole, talvez foi difícil até chegar aqui, mas vamos fazer esse momento valer a pena, é o primeiro encontro que faço aqui no Brasil né? E não vai ser o último meus amores, juro pra vocês, assim que eu voltar, vamos marcar muito mais coisas, fazer promoções legais pra vocês e tal. – Sorrir.

– Gente se vocês deixarem ela vai falar o dia todo! – Jessica riu.

– Nossa Jess! – Eu fiz um bico. – Nem é assim.

– O meu Deus que linda! – Uma das minhas fãs me abraçou.

– É a pura verdade Nicole fala igual não sei o que! – Babi disse.

– Me defende Bru e Duda! – Nós rimos. – Então enfim, meus amores agora vamos comer e conversar! – Sorrir.

Enquanto comíamos e conversávamos, tirávamos fotos e tudo mais, era bem divertido estar perto deles, era um amor inexplicável, eu amava. Enfim depois de mais ou menos quatro horas ali com eles, já estavam dando quase seis da noite e estava quase escurecendo, eu tinha que liberar todos antes que acontecesse isso.

 

– Babi pega as sacolas lá no carro pra mim.

– Pego.

– Olha meninas obrigado por tudo viu meus amores. – Sorrir. – As fotos postem todas com a rashtag PiqueniqueDaNicole ta? Vou ver e curtir todas e mais tarde posto a nossas. – Sorrir.

As meninas ainda tiravam fotos com Bruna e Jéss.

– Bruna uma pessoa ai como sua cunhada hein cairia muito bem! – Um menino disse.

– Ahh é verdade né? Formam um lindo casal. – Bruna riu.

Ai que vergonha, rs!

– Mas somos só amigos galerinha. – Eu ri. – Enfim, olha.. – Disse pegando com a Babi as sacolas e sorrir. – É uma pequena lembrancinha pra cada um de vocês tá? Fizemos com muito amor, e espero que vocês gostem, ta delicioso. As meninas vão me ajudando a entregar.

Assim entregamos todos e eles começaram a se despedir, e assim juntamos os lixos jogamos fora e voltamos pro carro.

– Dirige Bru?

 – Sim. – Ela sorriu.

– Todo seu! – Entreguei a chave nas mãos dela. – Tô morta!

 – Nem fale, mas foi divertido demais. – Jessica sorriu. – Elas são todos um amor, eu comi pacas!

– Ai não fale em comer… – Coloquei a mão na barriga rindo.

– Se Robert estivesse aqui Nicole, ele já tinha surtado com você!

– Com certeza!

– Quem é Robert? – Bruna perguntou.

– Meu empresário e produtor Bru. – Sorrir.

– Mas você nem comeu demais Nic.

– Se você ver o que Nicole come, você não diria isso Bru. – Babi riu. – Nicole come pouquíssimo, por causa da carreira.

– Pegam muito no seu pé?

– Antes pegavam mais, hoje deram uma maneirada, mas ainda dão. – Risos. – Mas não passo fome.

– Ta certo. – Ela riu.

Ao chegarmos ao Alphaville Bruna foi com carro até a frente da sua casa que eu disse que levaria até lá, agradeci a ela pela ajuda e ela entrou. Então deixei Barbara e Duda em casa.

 – Fica Jess!

 – Não amiga hoje não, ainda mais que está cheio de gente aí.

– Cheio de gente Jess? Com certeza são só meus tios, tias e primos. 

– E amigos do seu pai. Enfim, outro dia eu volto.

– Você é chata hein! – Disse e ela entrou no carro dela que ela tinha vindo. – Leva brigadeiro pro povo lá toma, sobrou bastante.

– Vou levar é pra mim. – Ela riu.

 – Gorda! – Rimos. – Beijo ta?

 – Beijo, amanhã vou na fazenda dos meus avós, vem a com a gente?

 – Que horas?

 – De manhã e voltamos segunda a tarde.

 – Ta bom, qualquer coisa te falo ainda hoje ta?

 – Ta vou esperar! – Ela me abraçou. – Fui!

 – Vai com Deus!

Então guardei o carro da minha mãe e entrei, dei sorte que não tinha ninguém na sala e subir direto pro meu quarto, precisava de um banho, antes de ver qualquer parente, ou amigos dos meus pais. Então foi o que fiz, terminei meu banho me vestir.

large (31)   

Terminando fui postar a foto do Piquenique.

10956864_623810604418104_1696508945_n

“@nicolecarvalho: Hoje com meus amores no Parque Ibirapuera, foi maravilhoso passar a tarde com vocês meus amores. Obrigado a todos que compareceram, eu amei tudo, as conversas, as risadas, as fotos, tudo, tudo! Vocês arrasam e eu amo vocês. ❤ ” #PiqueniqueDaNicole

E postei mais outra.

10946450_1466336570255411_1225885609_n

“@nicolecarvalho: Amor incondicional, amo vocês! ❤ #PiqueniqueDaNicole”

– Vai descer agora?

 – Vamos ué.

– Quero descer sozinha não vamos!

– Vamos. – Ri. – A Duda, tomou banho? 

– Tomou desceu correndo agora.

Então descemos e fomos pra área de churrasco, é como Jess tinha falado era muito gente mesmo, até… Enfim, e a tanto tempo que eu não via, quando me viu, vieram me abraçar, perguntar como eu estava, e aquelas coisinhas de família sabe? Mas enfim, até que…

– Sempre causando né Nicole! – Nossa essa voz, ai que dorzinha de ouvido só de me lembrar de quem era.

– Débora! – Sorrir forçado. 

Débora era uma prima, nunca fui muito com a cara dela, ela era muito invejosa.

– Causando? Porque?

– Pegando Luan Santana uai! – Ela disse.

– Ahh.. – Disse e fingir não me importar.

 – Isso é só pra quem pode Débora. – Barbara disse rindo.

E Débora revirou os olhos, eu segurei pra não rir. Até que o namorado de Barbara chegou e ela foi até Arthur.

Enfim me sentei com Diogo e João meus primos que eu tinha mais intimidade, até e ali fiquei com eles, meu celular tocou.

Capítulo 14– Preparativos.

– Nossa as fãs deles são sempre amáveis assim? – Jessica me olhou. 

– As vezes pior. – Ri. – Mas eu não ligo sabe? Já sou acostumada com isso Jess.

– Eu não me acostumaria nunca. – Barbara riu.

– Nem nós! – Guilherme e Ítalo disseram.

E nós rimos. 

– E a Duda arrasou cantando no palco, vocês viram? – Eu falei, e ela sorriu em meus braços.

– Ficou lindo a Ni, tirou foto. – Ela disse. – Vou mostrar pra mamãe.

– Só quando amanhecer né amor? – Risos. – Mamãe deve estar dormindo. 

– É quando amanhecer..

Então fomos todos conversando. Os meninos nos deixou em casa e Duda já dormia a levei pro quarto e a troquei de roupa e ela apenas continuou a dormir.

– Boa noite Nic. – Babi disse ao entrar no seu quarto. 

– Boa noite, não esquece amanhã é o piquenique da Nicole! – Sorrir.

– Ok, ok! Não me acorde antes das onze!

– Ata moça. – Ri.

E então assim também entrei pro meu quarto, tomei um banho rápido e coloquei uma pijama e na minha cama eu deitei fiquei mexendo no celular. Até que meu celular começou a tocar.

– Alô?

– Te acordei? – Era Luan.

– Não, não. – Risos. – Ainda estou acordada.

– Ah sim! Nic queria me desculpar.

– Pelo que Luan?

– Pelas fãs na hora de você ir embora.

– Ei ta tudo bem! – Risos. – Eu entendo elas, sei o que elas sentem, em tudo que envolva você. Fica tranquilo!

– Tem certeza?

– Absoluta moço! – Risos. – Eu sei como são fãs, e sei o quanto ciumentos são. 

– É pois é, mas só queria mesmo me desculpar… – Ele – E ai gostou de hoje?

– Adorei, seu show como eu já disse é um máximo, assim que eu voltar de Miami quero ir em outro!

– Vai ir em muitos ainda, se Deus quiser. 

– Amém. Pede a Bruna pra me ligar amanhã às uma da tarde?

– Peço sim, pode deixar.. – Ele disse. – Então vou deixar você dormir ta? Um beijo, fica com Deus, tenha uma noite linda!

– Obrigado, durma bem, fica com ele também e boa noite.

Então desligamos e logo eu também estava dormindo.

 

Acordei no outro dia, Sábado às 11:00 da manhã.

Tomei meu banho, me vestir.

images (38)

Desci e minha mãe via algumas revistas com tia Luciana na sala.

– Bom dia mulheres lindas! – Sorrir.

– Bom dia Nic! – Luciana sorriu.

– Bom dia filha. – Minha mãe sorriu.

– Nicoleeee! – E já vinha Duda correndo e gritando por mim, pela casa.

– Oi?

– Mostra pra mamãe e a tia Luciana a foto com o Luan, eu cantando com ele ontem.

– Ah ta. – Ri. – Desbloqueei o celular e entreguei pra ela mostrar. – Toma, vou tomar meu café, depois leva pra Ni.

– Ta bom. – Ela pegou indo até minha mãe.

Cheguei na cozinha.

– Bom dia Angel!

– Bom dia minha flor, dormiu bem?

– Sim muito bem. – Sorrir.

– Estou preparando os sanduíches pra você. – Ela sorriu.

– Oba! Estava pensando em também fazer alguns brigadeiros o que acha?

– Faz uns brigadeiros e coloca num saquinho numa caixinha, sobrou um monte do aniversário da Duda. Ai você escreve uma mensagem e recortamos e colocamos no saquinho, o que acha?

– Nossa Angel, top demais! Olha vou só na papelaria daqui do condomínio mesmo comprar aquele emborrachado pra colocar as mensagens  e recortar fazendo ondinhas. – Disse pegando uma maçã na fruteira. – Enfim, eu vou lá e volta pra te ajudar.

– Ta bom Ni, vai lá!

Então fui até Duda.

– Duda, meu celular. – Pedi. 

– Aqui. – Ela veio trazer. – Onde você vai?

– Vou na papelaria quer ir comigo?

– Vamos!

– Nic, a Jess pediu pra avisar que vem depois do almoço.

– Ok tia. – Sorrir.

Então sair com Duda, e fomos andando mesmo até lá, não era muito distante dali, e então logo comprei dois do que eu precisava e na volta pra casa encontrei Bruna.

– Nicole, bom dia!

– Bom dia Bru, queria mesmo falar com você.

– É Luan me disse. – Ela sorriu. – O que é?

– Então é que hoje vou fazer o Piquenique da Nicole com meus fãs no parque Ibirapuera, aí queria ver se você que ir com a gente?

– Que horas?

– Às três Bru.

– Ai vamos sim! – Sorrir. – O que tenho que levar?

– O que você quiser… – Sorrir. – Eu vou levar sanduíches naturais e vou preparar uma lembrancinha pra cada uma, mas como não sei quantas vão vou fazer umas cem, mais que isso não vai. – Risos. – Mas enfim, vai ser bem legal e divertido!

– Opa, vou adorar ir. Você quer alguma ajuda?

– Uai se der pra você me ajudar..

– Agora, vamos?

– Vamos! – Sorrir.

E então ela ligou avisando a mãe onde estava, e logo chegamos em casa.

– Licença Nic!

– Fica a vontade Bru. – Sorrir. – Vem vou te apresentar minha mãe e a mãe da Jess.

– Ah bom, vamos lá!

– Mãe! – Sorrir. – Essa é a Bruna.

– Ah já nos conhecemos no Paris6. – Minha mãe sorriu. – Tudo bem Bruna?

– Tudo maravilhoso Estela! – Sorriu. – Você é Luciana né, mãe da Jessica?

– Isso mesmo, prazer Bruna!

– Bruna vai me ajudar, enquanto a Jess não chega.

– Opa, vão lá. – Minha mãe sorriu.

Então conversando fomos até a cozinha.

– Angel, essa é a Bruna irmã do Luan. – Sorrir. 

– Oi Bruna, nossa é a cara dele né? – Angel sorriu.

– Oi Angel, prazer viu? – Rimos. – Então Nic oque você esta pensando?

– Fazer uns bricadeiros e colocar numa caixinha e umas mensagens e grampear na caixinha que tenho ali.

– Opa, doce é comigo mesmo!

– Ai que bom. – Sorrir. – Vou pegar os ingredientes pra você.

Então separei tudo colocando em cima da bancada e Bruna começou a fazer uma panela enorme de brigadeiros, peguei o notebook e fui fazendo uma pequena lembrancinha, corri no quarto onde guardamos as caixinhas pro brigadeiro e coloquei na mesa, então logo Jess  chegou.

– Oi amiga! – Eu disse.

– Oi Nic, oi Bru! – Ela sorriu.

– Oi Jess, tudo bem?

– Tudo ótimo! – Elas sorriu. – O que vocês estão precisando.

– Aqui amiga. – Falei. – Ler a mensagem vê se ta legal, e leva no escritório e imprimi pra mim?

– Claro. – Ela sorriu.

Pegou o notebook e foi lendo e disse que estava ótimo os preparativos estavam ficando muito bom, Angel ao terminar os sanduíches ela tinha feito bastante até. Foi preparar o almoço, meu pai chegou.

– Oi gente, o que vocês estão arrumando? Vai ter festa?

– Vai ter piquenique, cê quer ir?

– Tô fora! – Ele disse fazendo todos rirem. – Vou tomar um banho ali, mas tarde temos seus tios aqui Nic.

– Ok Rodrigo! – Sorrir. – Ei! Tira a mão daí. – Ele já ia colocando a mão na colher do brigadeiro.

– Tá vendo né? Como o amor pelo pai aqui é grande! – Ele disse.

– O dó da ele um pouco Nic. – Bruna riu.

– É assim mesmo Bruna, as coisas são assim.

– O meu véio eu amo você. – Ri. – Pega lá vai!

– Ah eu também quero! – Barbara entrou na cozinha.

– Eu também. – Vinha a Duda atrás.

– Ai meu Deus, eu tô é perdida! Vocês pedem a Bruna, foi ela quem fez amores.

– O meu Deus, sobrou pra mim. – Ela riu. – Vem cá Babi e Dudinha.

Ela então chamou e eu e a Jess continuamos a montar as caixinhas e colocando as mensagens, estava ficando muito fofo, e logo começamos a enrolar os brigadeiros, e quando eram quase uma e meia terminamos tudo e estava tudo pronto para o piquenique. Logo após, terminar de arrumar as coisas limpamos tudo e almoçamos todos juntos, e depois do almoço tirei uma foto com Bruna e Jessica e postei.

10299787_1521830394711112_583778020_a

“@nicolecarvalho: Minhas ajudantes nos preparativos do Piquenique hahaha, é daqui a pouquinho meus amores, que saudades! @brusantanareal @jesslaguiar. ❤ “

Então Bruna foi embora se arrumar e disse que logo voltava.  Jess iria se arrumar aqui em casa mesmo. Após guardar tudo em sacolas, subir pro meu banho e me vestir.

large (35)

E esperava as meninas ficarem prontas, até que escutei uma buzina e desci pra ver quem era. Era Bruna, quem tinha trago ela era seu irmão.

– Oi Ni! – Ele acenou.

– Oi Luan, tudo bem? – Sorrir.

– Tudo, nem me chama pro piquenique hein!

– Borá ué. – Rimos.

– Cadê as meninas Nic? – Bruna sorriu. 

– Lá dentro Bru, fica a vontade, pode subir e chamar a Babi.

– Ok! – Ela foi.

– Mas está linda hein! – Ele disse e eu sorrir sem graça.

– Obrigado.

– Eu não ganho nem um brigadeiro? – Ele fez um bico engraçado.

 – Vou pegar pra você espera um minuto. – Ri voltando lá em casa e pegando três brigadeiros que tínhamos feito pra deixar aqui em casa mesmo. – Aqui. – Sorrir.

– Own meu Deus que linda, ela trouxe mesmo! – Ele riu. 

– Sua irmã que fez, e está muito bom! – Sorrir.

– Ficaria melhor com um beijo seu.. – Ele soltou essa no ar.

Eu fiquei igual um pimentão!

Capítulo 13– Nunca fui tão amada.

Então Luan se sentou do meu lado e começou a falar.

– Você pensou? – Ele disse.

– No que? – O olhei.

– Em assistir o show em cima do palco.

– Ai Luan, não vai ser legal, poxa. – Disse – Você sabe como que a mídia já está em cima, e tal.

– Ninguém irá ver você. – Ele me olhou com a carinha do gatinho do Shrek. – Por favor!

– Ta, ta Luan! – Ri. – Mas não o show todo ok?

– Ta bom, só o começo dele então, aí a Dudinha canta a música garotas não merecem chorar, e vocês descem.

– Ok! – Sorrir. – Que horas começa?

– Às dez horas.

Então Rober se sentou ali com a gente e ficamos conversando, logo depois Luan foi se trocar.

Tirei uma foto com a Bruna.

tumblr_nh9sfn5GbC1t63r9yo1_500

“@brusantanareal: Olha minha companhia do show de hoje, hahaha @nicolecarvalho ❤ “

seus pais tinha ido pro camarote, Bruna se enturmou logo com Jéssica e Barbara e saíram com Ítalo e Guilherme atrás. Apenas ficou eu, Luan, Duda e Rober no camarim.

– Vamos ensaiar Dudinha, canta comigo vai.. 

– Qual música Luan? – Ela o olhou sorrindo.

– Essa aqui ó, Eu não te deixaria por uma aventura atoa, e nem te trocaria por qualquer outra pessoa, só pra matar a vontade um crime não compensa, garotas inocentes não merecem chorar por garotos que não tem a verdade no olhar, escolhi ser diferente amor, só pra te amar… – Ela cantou junto com o Luan.

Eu e Rober aplaudimos os dois.

– Que isso hein Dudinha, cê arrasou moça! – Rober disse.

– Rober vamos contratar a Dudinha, vai cantar comigo agora. – Ele riu.

– Não fala isso, que ela leva na verdade. – Eu ri.

– Iria ser bem legal né Nic? – Ela me olhou.

– Nem sonha Duda. – Abracei ela.

– O tadinha Nic! – Luan riu.

– Já já eu volto pra buscar vocês Luan. – Rober disse ao sair do camarim.

– Ni, eu quero água. – Ela disse.

– Pega pra você lá na geladeira, tem garrafinha. – Luan disse e ela foi. – Nic, eu tô gostando de você sabia?

– Gostando? Como assim?

– Gostando mesmo de estar em sua companhia.

– Luan, mas você sabe que… – Ele me interrompeu.

– Ei relaxa, eu sei desta distância… – Ele disse. – Mas mesmo assim, enfim você é linda!

– Obrigado. – Sorrir, ele antes que a Duda voltasse me deu um selinho e sorriu.

– Vamos gente? – Rober apareceu.

– Vamos! – Dissemos juntos.

E fomos ao lado de Luan pelos corredores, Luan as vezes corria junto com Duda, pareciam uma criança ele também. Assim que chegamos no palco eu fiquei ao lado de Fábio que trabalhava com Luan, eles eram todos muito legais, então ali tinha uma cadeira onde Duda sentou e o show começou! As cortinas se abriram e as fãs, a galera gritavam lá em baixo, que vibração, que show e que voz esse menino tinha! Era encantadora, realmente qualquer um apaixonaria. 

O jeito dele cantar, sorrir, brincar o jeito que ele trata seus fãs, era lindo! Então depois de umas cinco músicas, ele começou cantar garotas não merecem chorar. Então quase no final da música ele buscou Duda que foi toda alegre pulando pelo palco e segurando a mão dele, e lá eles cantaram igual fizeram no camarim. Duda nem amou né? Haha!

Postei a foto deles.

12002758_522329177942849_2481368858109826061_n

“@nicolecarvalho: Só acho que ela amou ❤  @luansantana obrigado! “

Ele voltou com ela e sorriu.

– Te vejo hoje ainda? – Ele sorriu ao beber a água.

– Sobe lá no camarote depois do seu show, no espaço reservado ta? – Sorrir. – Continua lá ta lindo! – Ele sorriu e voltou.

Então despedir de Rober e Fábio, e subir pro camarote, e lá encontrei as meninas e os meninos. Fizemos a baguncinha de leve, imaginem só! Haha, que delícia!

Tirei uma foto com Bru, Jéss e Babi.

tumblr_ns88feO2Bv1t9760vo1_500

“@nicolecarvalho: Porque sozinha, não tem como ❤  @brusantanareal @jesslaguiar @barbaracarvalho.”

Então continuamos a curtir o show, que era uns dos melhores que tinha ido.

Uma hora depois…

 As meninas tinham ido da uma volta e levaram Duda, só ficando eu ali sozinha no camarote esperando Luan. Então entrei numa salinha e ali fiquei, tirei uma foto.

tumblr_nlfa25hdFb1t5aojdo1_500

“@nicolecarvalho: Acabou ❤ “

@afetonic: amor meu, amanhã nos vemos! ❤

@nicoleprincesa: linda minha

@lucasbardini: Tá na hora de voltar moça ❤

@roberlelis: Hmmmm, hahaha ❤

@nicolecarvalho: Dois haha @roberlelis ❤

– Desculpa a demora? – Ele chegou sorrindo.

– Tranquilo. – Sorrir. – Cadê o pessoal?

– Todo mundo desceu pra curtir o show do Munhoz e Mariano. – Sorrir. 

– Levaram a Duda?

– Exatamente, e eu estou preocupada. – Risos.

– Relaxa Bru, vai cuidar dela. – Ele se sentou em meu lado. – E o show, o que achou?

– Um dos melhores que já fui em minha vida, você canta demais guri. 

– Own, obrigado. – Ele riu. – Sua irmã amou.

– Amou mesmo, sonho de qualquer criança né?

– Vamos curtir o show dos meus amigos, vamos?

 – Vamos lá! – Ele  segurou minha mão e saímos pro camarote área mais reservada. 

Lá eu e ele podemos ficar mais a vontade, ele não podia ficar perto de mim, pois já me beijava, era bem automático. Quando estava dando uma e meia da manhã Duda já abraçava minhas pernas cansadinha.

 – Quer ir embora Duda?

– Sim Ni, tô com sono. – Ela disse.

 – Então vamos.

Então Luan saiu com a gente todo mundo veio por trás e Guilherme foi buscar o carro, enquanto despedíamos dos pais de Luan, da Bruna. Quando apareceu numa grade um mar de fãs do Luan, e começaram a gritar.

– Nicole aproveitadora, Nicole piriquete, piranha! 

Nossa nunca fui tão amada! 

Entrei no carro e Luan chegou na janela e sussurrou te ligo mais tarde.

Capítulo 12– Camarim

Subi pro meu quarto e Angelina descia, do quarto da Duda.

– Hm, Luan Santana? – Ela riu.

– Ai para Angel! – Com certeza fiquei da cor de um tomate.

– Ai Nicole sua boba, ele é lindo, ta bem! – Ele sorriu.

– Tô mesmo? – Ri. – Bobinha! Vou dormir Angel, pois tenho que resolver umas coisinhas de encontro com as fãs daqui ainda pra essa semana.

– Vai lá Nic, boa noite.

– Boa noite!

Então entrei pro meu quarto e me troquei e logo me deitei na minha cama, meu celular vibrou.

Boa noite, viu? haha!”

“Boa noite Luan! (:”

Então logo adormeci.

 

No dia seguinte.

– Nicole, cadê você? – Era Jess entrando na cozinha, enquanto eu almoçava.

– Aqui, boa tarde moça!

– Boa tarde, então trouxe tudo pra te ajudar com os preparativos do encontro com os fãs. – Ela disse sorrindo.

– Ótimo, senta com a gente e almoça. – Falei.

– Já almocei. – Ela sorriu se sentando. – Quero só um copo de suco.

– Oi Jéssica dormiu com a gente? – Barbara riu junto com Duda.

– Ai suas lindinhas, esqueci de cumprimentar! – Ela riu. – Cadê os pais de vocês?

– Ta na empresa. – Babi disse. – Hoje voltam tarde.

– Eu vou pra casa da Alice.

Alice era a amiguinha da Duda, vizinha do lado.

– Então vai lá escovar os dentinhos, pra você ir Dudinha.

– Ta bom, tô indo.

Ela subiu.

– Já pensou no lugar Nic? – Babi me olhou.

– Gente então eu pensei no shopping ou no parque Ibirapuera. – Falei. – O que vocês acham?

– No parque é melhor, é ao ar livre, poderíamos marcar um piquenique Nic. – Jess deu a ideia.

– Legal hein.

– Se for piquenique me fala que preparo alguns sanduíches bem deliciosos pra você levar Nicole. – Angelina sorriu.

– Opa, então podemos fazer isso. Domingo que vem?

– Sábado a tarde também é melhor, domingo pessoal ta com família.

– Ta então sábado a tarde às três horas?

– Isso, local Ibirapuera.

– Isso aí.

– Já comunica Nic, posta uma foto sua aí.

– Ta espera. – Ri.

tumblr_nrn4ijESbY1t5aojdo1_500

“@nicolecarvalho: Oi meus amores, voltei com notícia pra vocês! Hahaha. Quem aí ta com saudades? Porque eu estou demais, e preparamos uma linda surpresa pra vocês. Quem quer passar a tarde de Sábado inteirinha comigo na parque Ibirapuera? Quem? Presta atenção nas informações: Sábado agora dia 19/07 às 15:00 da tarde espero por vocês para um piquenique da Nicole, hahaha! Então vamos fazer o seguinte? Para ficar mais legal ainda, cada um leve um prato, e não esqueçam dos sucos, refrigerantes. Então não esqueçam, sábado você tem um encontro com Nicole! Um beijo meus amores, e até sábado!”

– Nicole e seus testamentos.

– Fala não! – Babi riu.

– Tô pronta! – Duda apareceu.

– Eu te levo Dudinha vem. – Babi se levantou.

– Cadê meu beijo? – Falei.

Ela voltou correndo depositando um beijo em meu rosto, e assim saíram correndo as duas. Me levantei, e puxei Jéss pra área de lazer, e lá nos sentamos.

– Ontem fui pro Paris. – Sorrir.

– O que teve lá? Você está com um sorriso no rosto, que nossa! – Ela riu.

– Luan outra vez esbarrou em mim.

– Outra vez? Tô começando a achar que é proposital! – Ela gargalhou.

– Ai idiota! – Ri.

– Ai ele se sentou comigo e com Duda, comemos juntos, conversando e no final de tudo viemos embora juntos.

– Mas porque?

– Porque meu pai estava ocupado lá ainda, e Duda tinha dormido, enfim, ele ofereceu a trazer a gente, entrou aqui em casa e entregou Dudinha. – Sorrir. – Um amor ele, mas enfim…

– E o que mais? – Ela riu.

– Demos um a volta no condomínio ficamos perto do lago, ele me beijou outra vez, e depois voltamos pra casa, ele disse que sexta nos vemos.

– Hmmm, Nicole safadinha!

– Eu não meu amor. – Ri. – Uai ele me beijou, ele é um gato, eu beijo mesmo.

– Terrível! – Ela riu. – Ta certa amiga. Não vão se ver hoje.

– Ele não está na cidade. – Ri.

– Ah bom. Ai Nic, pensando bem vocês formam um lindo casal.

– Ihh Jéss! Sonha não mulher! – Ri dela.

Que louca, nossa! Jéssica tinha cada ideia, que realmente as vezes eu achava que ela era doidinha, enfim, ficamos conversando por um bom tempo, esperamos Barbara voltar e entramos na piscina e a tarde foi tranquila e maravilhosa, como sempre.

Mas tarde fui buscar Duda, que tomou banho e fomos comer salada de frutas que Jéssica e Barbara tinham feito.

O restante do dia foi bem tranquilo, até.

Sexta-Feira 18/07.

– Passo aí às três pra irmos no salão Nicole! – Era Jéss no celular.

– Ta bom, vou te esperar. – Ri. – Vou tomar meu café agora Jéss, um beijo!

– Beijo Ni!

Então desliguei e desci pra tomar café.

– Bom dia família!

– Que milagre você cedo na mesa. – Meu pai riu.

– Meu amor, eu acordo cedo, só não saio da cama.

– Desde quando uma da tarde é cedo? – Barbara riu.

– Que chatos vocês hein!

Tomamos nosso café e eu fui da uma corrida pelo condomínio logo em seguida, até que encontrei Bruna.

– Nicole! – Ela disse.

– Oi Bru! – Sorrir, cumprimentando ela.

– Ta bem?

– Tranquilo e você?

– Beleza, vai no show hoje né?

– Vou sim, levar minha irmã. – Sorrir. – E também ver o show do seu irmão.

 – Você vai gostar. – Ela sorriu. – Luan quer que você veja o show do palco você ficou sabendo?

– É ele me falou isso aí. – Ri. – Estou pensando!

– Vai sim, aproveita e leva sua irmã Duda né? – Assentir. – Pra cantar com ele no palco.

– Ela vai amar!

– Pois é tem uma parte que isso acontece. – Ela disse.

– Opa, então tá. 

– Olha eu vou indo, um beijo e até mais tarde. – Ela me abraçou.

– Até Bru! – Sorrir.

Então continuei a correr.

15:00.

Tomei um banho e me vestir.

10843720_306024596272927_423572295_n

E desci com meu celular em mãos, Barbara já nos esperava.

– Cadê a Jéss?

– Ela disse que estaria aqui nesse horário né? – Ri. 

A campainha tocou.

– Nossa não morre nunca mais! – Barbara riu na hora em que ela entrou.

Então fomos pro salão até Duda foi com a gente. Lá arrumamos cabelos, unhas, e realmente foi a tarde toda no salão saímos de lá já era quase oito da noite.

Quando cheguei em casa me troquei, rapidamente, me vestindo.

13502572053_fe71c3a1bb_b

Duda.

dudad

Barbara.

images (65)

Jéss.

images (18)

– Meninas os irmãos de Jéss, estão esperando vocês lá em baixo.

– Ta bom mãe, obrigado! – Sorrir.

Apenas retocamos a make, e descemos, despedimos dos nossos pais.

– De olho na Duda Nicole! 

– Pode deixar mãe. – Sorrir.

 Então fomos todas pro carro, e direto pro City. Em uma hora estávamos no local, e como estava cheio a portaria, fomos pra entrada do camarote. E logo entramos, nossa estava lotado aqui dentro e lá fora também. Meu Deus! 

Então meu celular vibrou.

Oi Ni, boa noite! Já chegou?”

“Boa noite Luan, cheguei estou no camarote.”

Bruna vai te buscar aí, ta?”

Beleza! Tô esperando (:”

Então logo Bruna apareceu.

– Oi Nic!

– Oi Bru! 

– Vamos lá?

– Vamos! Deixa eu te apresentar, essa é…

– Jéssica Aguiar! – Ela disse.

– Opa, Tudo bem Bruna?

– Tudo Jéssica, muito mais linda pessoalmente!
– Não fala isso, se não vai ficar se achando! – Ítalo riu.

– Calado! – Jess disse rindo.

– Então Bruna esses são Guilherme e Ítalo irmãos de Jéssica, Barbara e Duda minhas irmãs que você já conhece!

– Opa, prazer meninos! Vamos todos, Luan está esperando!

– Vamos!

Então Dudinha segurou minha mãe e seguimos Bruna, e logo chegamos ao tal camarim, vi o segurança de Luan que me cumprimentou e pediu nossos braços e foi colocando a pulseirinha em nossos braços. E abriram a porta, assim que abriu Luan estava encostado na parede de braços cruzados conversando com o Rober e Duda pra frente disse.

– Eu cheguei Luan! – Ela disse.

Todo mundo que estava no camarim riu dela, ai meu Deus! Aí sim ela ficou com vergonha e voltou me abraçando se escondendo, pois todos diziam que linda! 

Ele estava assim.

luanzin

– Oi Luan! – Sorrir, indo até ele o abraçando. – Tudo bem?

– Oi Ni, tudo ótimo e você? – Me abraçou sorrindo, e disse em meu ouvido cochichando. – Está linda!

– Bem, obrigado!

– Ei Dudinha, oiá gente como ela ta linda! – Ele riu. – Cadê o abraço?

Ela se soltou de mim e abraçou Luan, forte. Passei indo até o Rober para cumprimenta-lo.

– Luan essa é minha melhor amiga Jéssica e os irmãos delas Ítalo e Guilherme!

– Oi Jéssica tudo bom? Prazer!

– O prazer é meu Luan! – Ela o abraçou.

E os meninos cumprimentaram o Luan!

Tinha um casal no camarim que olhava muito pra mim, e Luan disse.

 – Nic esses são meus pais Amarildo e Marizete.

– Bem que eu notei, você se parece demais com seu pai. – Risos. – Prazer Marizete! Gente tão nova que linda!

 – Ô Nicole, que isso obrigado! – Ela sorriu me abraçando. – Linda é você!

– Obrigado. – Sorrir.  – Prazer Amarildo!

– O prazer é meu Nicole!

Depois de cumprimentar todo mundo, todos tiramos fotos com Luan, e ficamos conversando, batendo maior papo. Tirei uma foto com ele e postei.

31072015095024_3IKGO1F15M

“@nicolecarvalho: Hoje pela primeira vez conhecendo o show do @luansantana! Haha!”

@afetonic: Hmmm! Hahaha, lindos!

@luanmeuamor: Eita Luanzin 😡

@brusantanareal: Lindos Hahaha!

@nicoleprincesa: amor da minha vida, que lindos! ❤

@meuarls: Hmmmm @luansantana, será? Haha

@marquinhosqw: Casal bonitos 😡 kkkkkkkkkk, zoa! Haha

Assim que postei a foto, e bagunçou todas as redes sociais possíveis eu me sentei e fiquei conversando com Marizete, Bruna, Jéssica e Duda no meu colo. Luan me olhava a todo momento!

Capítulo 11– Carona.

– Você de novo? – Eu ri.

– Ai Nicole, desculpa. – Ele riu sem graça.

– Tudo bem Luan. – Ri. 

– Ei Dudinha, ta tudo bem?

– Estou Luan, eu vou no seu show.

– Ah é? Vou te esperar lá no camarim ta?

– Ta bom.

–  Veio só? – O olhei.

– Não, Rober está vindo aí atrás. Posso sentar com vocês?

– Claro. – Sorrir e ele se sentou.

– Não imaginava te encontrar aqui, mesmo seu pai sendo o dono, enfim.. – Ele riu. – Já fizeram o pedido de vocês?

– Já sim, hoje nós vamos comer o Luan Santana. – Duda riu, e eu ri junto.

– Ah é? Então vou pedir um igual. – Luan disse.

Então o garçom veio e Luan pediu o dele e logo Rober veio e pediu o dele também.

– Oi Nic! – Ele disse.

– Oi Rober, tudo bom?

– Tô bem menina. – Ele sorriu. – Oi Dudinha!

– Oi Rober.

– Aqui é ótimo né?

– Agradável demais né? – Falei. – Toda vez que venho no Brasil tenho que vir, e hoje meu pai me chamou. 

– Veio só vocês? 

– Só, Barbara só fica com o namoradinho, minha mãe resolvendo umas coisas, ai veio as inseparáveis. – Nós rimos.

– Ah sim.

– E a Bruna, Luan?

– Sair de casa ela ficou, fazendo as unhas. – Ele fez uma careta engraçada até.

Nosso prato chegou e nos deliciamos de tudo, realmente o Luan Santana era muito bom, além de ser light era delicioso! Ficamos ali conversando, conversa vai, conversa vem. Luan falou algo no ouvido de Duda, que riu. E eu apenas olhava de canto, enquanto eu conversava com o Rober, até que Duda me abraçou e falou em meu ouvido.

– Luan disse que você está linda! – Ela riu.

Eu fiquei toda sem graça, apenas sorrir e ele também fez o mesmo.

Ficamos bastante tempo ali conversando, só que Dudinha estava com bastante sono, meu pai veio até a mesa e eu falei.

– Pai você ainda está ocupado? Duda dormiu.

– Filha você pode esperar mais um pouco?

– Sem querer me intrometer.. – Luan sorriu. – Como moro no condomínio se quiser levo vocês, e depois o pai de vocês vão. 

– Isso filha, vai com o Luan. – Meu pai disse.

Ai não sei… pensei antes de responder, não tinha outra solução, Duda dormia no meu colo, meu pai não iria agora, e eu precisaria ir pra casa, enfim.

– Tudo bem. – Sorrir sem graça.

Meu pai e eles se despediram, meu pai mais uma vez me pedindo desculpa. Rober levou Duda nos braços pra mim. E eu fui logo atrás deles, me sentei atrás com Duda no colo e Rober se despediu, ele estava de carro. Luan entrou no carro.

– Na hora que chegar no condomínio você me fala qual é o quarteirão?

– Sim. – Sorrir. – Desculpa ter te tirado do Restaurante.

 – Relaxa Nic. – Sorriu. – Mas me conta antes de voltar pra Miami, pretende fazer algo?

– Aqui? Só encontro com minhas fãs, apenas. – Risos. – Tô com um pouco de saudades de lá já.

– É acostume né? – Risos.

 – Isso.

Fomos batendo maior papo até chegar no condomínio, só que Duda estava bem pesadinha até. 

– Quer, que eu leve?

 – Não Luan, você já ajudou demais. – Disse.

– Que nada Nic, deixa eu pega-lá. – Ele pegou a Duda, tão cuidadosamente. – Trava o carro por favor. – Ele me entregou o controle.

Assim que travei, fui em direção da porta e abrir, não tinha ninguém a não ser Angelina que que vinha da cozinha, e se assustou quando Luan entrou com Duda nos braços, rir da cara que ela fez.

– Boa noite moça. – Luan disse sem graça.

 – Boa noite! – Ela sorriu.

– Angel, Luan estava no restaurante e meu pai ficou ele aproveitou e nos trouxe. Dudinha acabou dormindo.

– Ô meu Deus. – Ela disse. – Obrigado Luan, pode me entregar ela, levo ela para o quarto. – Angel disse pegando.

– Não quer que eu leve?

 – Não, não muito obrigado. – Ela disse. – Boa noite Luan, Nic.

– Boa noite Angel. – Sorrir.

– Enfim quer alguma coisa Luan, suco, água.

– Não obrigado Ni. Vamos da uma volta pelo condomínio?

– Vamos sim. – Sorrir.

Tirei meu salto e peguei um chinelo, e então saímos andando pelo condomínio.

– Nicole, então quantos anos você tem?

– Vinte e dois Luan. – Sorrir. – Tô velha né?

– Velha nada, e eu que tô quase nos vinte e cinco. – Ele riu. – Você é uma menina linda Nic, sério, muito divertida, todo mundo adorou você.

– Ah gente, que amei estar com vocês, vocês são divertidos. – Ri. – E obrigado.

– Por nada, você tem mesmo que voltar pra Miami?

– Sim, tenho… – Disse e ele se sentou na grama perto ao lago do condomínio, me sentei ao seu lado. – Contrato de um ano né? E lá tenho que ficar.

– Entendi, e assim que acabar o contrato você pretende voltar?

– Claro minha família estar aqui, minha melhor amiga está aqui. – Risos. – Agora sou eu e o Robert em Miami.

– Quem é Robert?

 – Meu empresário. – Sorrir. – Um dia ainda você irá conhecê-lo. – Risos. – Ah, ele me ligou desesperado, após rumores de nós dois na mídia. – Ele riu.

 – Uai, porquê?

 – Falando que eu adoro causar. – Ri. – Que tenho que tomar mais cuidado e você também, e que suas fãs estavam bastante bravas.

– Elas te xingaram? 

– Bastante. – Ri. – Mas nada que eu não seja acostumada. Elas tem ciúmes de você né? Bastante até.

– Tem sim, mas esse é o amor delas por mim. – Ele riu. – Eu amo elas!

– Eu entendo fãs. – Risos. – Tem alguns meus que nossa.

– Mas muitas também disseram coisas boas de você, sério. – Ele disse. – Eu vejo.

Ele pegou uma pedrinha e tacou no lago.

– Eu vi nem são todas que xingam, e tal. – Sorrir. – Mas me diz um pouco sobre seu trabalho Luan, seu show. 

– Então meu trabalho é música minha vida é essa, meu show estamos trabalhando num show novo acústico.

– Acústico que delícia! – Sorrir. 

– É um show bem diferente de todos que já fizemos. Nunca foi em nenhum?

– Não, não.. nunca tive a oportunidade. – Risos. – Mas sexta verei.

– Espero que goste.

– Tenho a certeza que vou..

Um silêncio tomou conta por ali, quando vi Luan me olhava, sorrindo, eu não estava entendendo muito bem, mas ele só então se aproximou e me beijou, um beijo maravilhoso, quente, com desejo de quero mais. E ficamos por quase dois minutos naquele beijo, e ele terminou com alguns selinhos.

– Não consigo esquecer o primeiro daquela noite na balada. – Ele disse.

Assim você me deixa sem jeito.  – Disse.

– Que linda. – Ele sorriu. – Você é linda Ni, sério.

– Ai Luan, para sério.. – Risos. 

– Ta eu vou parar, mas é a verdade. – Ele riu. – Sexta-feira, veja o show de cima do palco?

– Luan, mas as meninas, a Duda. – Falei, mas ele logo protestou.

– Elas também ficam lá com você. – Ele sorriu. – Por favor!

– Até no dia do show eu te falo ta?

– Ô menina difícil. – Ele riu. – Tudo bem.

– Olha eu vou pra casa. – Eu disse me levantando e depois fui ajuda-lo a levantar, e ele veio pra cima e me deu um outro beijinho rápido e sorriu, e voltamos pra frente da minha casa.– Obrigado por ter nos trago de volta e, por carregar Duda.

 – Não foi nada, qualquer coisa só chamar ta? – Ele me abraçou, me de um beijinho nos lábios. – Te vejo sexta!

 – Até! – Sorrir, ele se afastou e entrou no carro.

E eu então, entrei pra casa.

Mas espera ai… o que eu estava fazendo?