Capítulo 75° — Companhias

Os dias iam passando tão devagar e eu tentando acostumar com a ideia ainda de morar tão perto e ao mesmo tempo tão longe dos meus pais, nossa que saudades eu estava sentindo deles. Já era sexta-feira sete da noite quando a campainha tocou e seu Zé do condomínio dizendo que Larissa estava lá em baixo, me animei! Logo a campainha tocou e Léo foi abrir.

— Tiver que vir né? Se não, nem lembra mais da irmã. — ela disse, Caio entrou logo atrás.

— Para de mentir, lembro de você todo momento. — a abracei. — Oi Caio!

— Oi Helena! — ele sorriu.

— Léo vem fazendo uma companhia ótima, só risadas o tempo todo.

— Ahh eu imagino! — Larissa riu.

— O que você está querendo dizer Larissa? 

— Nada, nada! — ela riu, fazendo todos rirem.

Larissa ficou com Caio até na hora do jantar, jantaram com a gente, pois eu havia pedido japa, nos deliciamos de tudo. Luan todas as noites antes de entrar no palco me ligava para que pudéssemos conversar. Hoje eram quase meia noite e ele ainda não tinha ligado, já estava ficando preocupada. Resolvi mandar uma mensagem.

Oi meu amor, ta tudo bem? Você ainda não ligou… te amo!

Ele também não tinha visualizado.

— Calme Lê, não aconteceu nada.  — Léo tentava me acalmar.

— Ele sempre liga Léo.

— Ele deve ter se atrasado. — ele disse. — vai descansar, pois amanha será um dia daqueles!

— Tudo bem… — suspirei deixando o celular do meu lado e logo peguei no sono. 

Eram duas e meia da manhã quando meu celular tocou, quando vi o nome do Luan na tela e a nossa foto me despertei rapidamente e atendi.

— Meu amor, perdão por não ter te ligado. — ele dizia.

— O que houve Luan? Porque você não ligou, eu fiquei preocupada poxa. Você sempre me liga.

Amor, a gente acabou atrasando, para o atendimento das fãs, da imprensa que meu celular nem ficou comigo. Agora que estamos indo pro hotel que Rober me entregou o celular e que eu vi suas mensagens e ligações, pensei que tivesse acontecido algo com você. — ele disse tristinho.

— Eu também pensei que tivesse acontecido algo com você. — falei.

— Me desculpa minha princesa, prometo não esquecer mais. — ele disse. — mas foi muito corrido.

— Eu entendo. — disse suspirando aliviada. — como foi o show?

— Foi lindo demais, só faltou você. Como você está? O nosso Theozinho?

— Estamos bem e com saudades do papaizão. — risos.

— Te amo tanto Helena Mitchell! — Ele riu.

— Bobo, não mais que eu! 

Ficamos conversando até ele chegar no hotel e disse que iria cantar até eu pegar no sono, coisa que não demorou muito.

(…)

— Helena essa roupa aqui é para o comercial. — Léo disse saindo do clouset às seis e meia da manhã super animado. —Já vai arrumada ou vestir lá?

— O que você acha melhor? — Eu tomava o meu café da manhã que ele teria trago antes de me acordar, mordi um pedaço do mamão.

— Eu acho que é melhor vestir o figurino lá. — ele disse pensando olhando pra roupa e pra mim.

— Então… lá! — sorrir.

— O Luan deu notícias?

— Sim, ele ligou de madrugada e me explicou o que houve. — disse. — desculpa por ontem a noite amigo.

— Que nada Lena, eu te entendo super. Quando Rafa some eu também sou assim. — ele sorriu todo bobo ao lembrar de Rafa.

— Aliás, cadê ele?

— Chega hoje de Londres!

— Hum, perdi minha companhia do fim de semana. — eu disse rindo.

— Mas é claro que não, Cecí irá ficar com você. — risos. — mas hoje eu sou todo seu meu amor! — ele disse colocando as peças de roupas numa mala que levaríamos para o dia corrido de hoje.

— Gostei de ver! — sorrir. Tomei mais um pouco do meu suco de laranja e me levantei. — Vou tomar um banho!

— Vai lá.

Entrei pro banheiro onde tomei um banho maravilhoso me despertando da preguiça que eu estava, aliás, hoje é sábado e eu estou de pé desde às seis da manhã. Leonardo muito descontrolado, teríamos que trabalhar um pouco nessa questão. Ao sair do banho ele me passou meu look para sair de casa.

— Você está linda! — ele sorriu.

— Obrigado.

Ele parecia ter terminado de colocar tudo dentro da pequena mala que ele arrumava. Fiz minha make mais leve e desci com a bandeja de café da manhã, arrumei toda a cozinha e então era hora de sairmos e encontrar Cauã no shopping na loja C&A onde seria a gravação da campanha dos dias das mães. Eu estava feliz por ser a escolhida, e animada também. Seria meu primeiro dia das mães, sendo mamãe sim era de se emocionar!

Pegamos as coisas e descemos até o estacionamento. Fui dirigindo até o shopping, Léo ligou o som do carro e foi cantando na minha cabeça até chegarmos lá. Como o shopping só abra ás dez da manhã, por isso nos chamaram tão cedo para gravar. Tinham apenas alguns atores que também participaria coadjuvantes. Quando cheguei me juntei a Cauã que nos apresentou toda a equipe que logo foi me explicando como seria tudo! O que eu entendi que seria uma criança sendo minha filha e estaria na loja, eu essa menina, mais uma senhora que iria ser minha mãe. A criança entraria na loja pegaria um vestido e me mostrava dizendo quão lindo ficaria em mim, e seguindo eu falaria algumas coisas. Bom, parecia que iria ficar muito massa!

Começamos a ensaiar não demorou tanto para gravar e ficar como todos queriam, eles me agradeceram bastante. Cauã e Léo disseram que tinha ficado ótimo. Bom no caminho para as fotos do dia, fui postando uma foto.

” @helenamitchell:Hoje gravamos um lindo propaganda para as lojas C&A! Ah! Surtem comigo. Você ainda que não comprou o presente da sua mãe para esse dia das mães ta esperando o que? Corra numa loja C&A mais próxima de você e compre já! Abuse, abuse, abuse C&A. Dia das mãe é na C&A. #Diadasmães #lojasC&A Obrigado a todos envolvidos! “

Chegamos na loja onde seria algumas fotos com os looks da mesma. Depois de várias fotos, saímos dali e fomos direto pro shopping almoçar.

Liguei pra Bruna e Larissa para comprarmos o enxoval do Theozinho.

— Tô esperando você, aham, já liguei pra Bru.

— Tá bom Lena, vou passar na Cecília e chego aí, beijo. — Lari desligou.

— O que vai querer Helena? — Leo me olhou, me despertando do meu celular. 

— O que você pediu pra você? Pode ser o mesmo. — sorrir, e olhei o garçom. — me traga um suco de melancia, por favor!

— Sim, já trago pra você. — ele disse gentilmente.

— Um refrigerante, por favor, Coca! 

O garçom foi para dentro da cozinha, e Léo enquanto mexia no celular me dava atenção.

— As meninas vão vir?

— Sim todas estão vindo, acho que Bru vai almoçar com a gente. 

— Acho que sim, ela chegando aí. —Léo apontou-a atrás de mim. 

— Bru! — disse me virando. 

— Oi Lena! — sorriu, me dando beijinhos no rosto. — Léo! Tudo bem?

— Oi Bruna, tudo sim! — ele sorriu e chamou o garçom.

— Almoça com a gente?

— Sim! Vim direto do salão, estava fazendo as unhas.

— Hm! Toda arrumada. — Léo sorriu. — E o boy?

— Tá em casa, hoje vamos sair pra comemorar mais um mês juntos.

— Que amor. — sorrir. — Breno preparando a surpresa?

— Aham! — ela sorriu.

Então nosso almoço chegou e almoçamos os três juntos, conversando sobre várias coisas. Léo como sempre nos faziam rir. Assim que terminarmos nosso almoço, pagamos  e saímos do restaurante.

— Até que fim! — Bruna disse ao ver Larissa e Cecília aparecerem saltitante.

— Cheguei! — Larissa me abraçou. 

Todos se cumprimentaram e era bagunça só quando juntávamos.

— Vão expulsar vocês se continuarem gritando. — disse rindo, indo até as lojas de bebês.

— Meu amor, não vão nos expulsar. — Léo riu.

— Vão só pensar que é arrastão! 

Larissa disse e todos riram. Como poderiam ser tão bagunceiros? Como eu amava meus amigos!

Eram duas da tarde e estávamos separando várias roupinhas, conjuntinhos. Tudo que ainda não tinha ganhado eu comecei a colocar no cestinho que a moça tinha nos dado.

— Olha essa roupinha Helena! Ah, não! — Bruna me mostrou, era um conjuntinho todo de lã azul marinho e branco. — esse eu vou dar de presente pro meu sobrinho.

— Uma bela roupinha para sair do hospital, não acha? — Larissa me olhou. 

— Sim vai ficar tão amorzinho! Peça uma para recém-nascido Bru.

— Helena encontrei! — Léo e Cecília vieram com um conjuntinho do Corinthians.

— Luan vai amar! — sorrir. — coloquem no cesto.

Depois de comprarmos vários roupinhas, roupas de cama, bicos, mamadeiras. Uma babá eletrônica, um carrinho. Compramos tudo que ainda faltava pagamos e nos sentamos para descansar. Já eram quatro da tarde quando meu celular tocou, atendi e eles ainda estavam rindo alto.

— Oi meu amor! — disse rindo ao atender.

— Oi princesa ta tudo bem? 

— Sim tudo, e você?

— Eu tô bem, acabei de acordar. — ele riu. — onde você tá?

— No shopping com Bru, Lari, Cecí e Léo.— risos. — compramos o enxoval.

— Não esqueceu da roupinha do timão né?

— Não, não esqueci. 

— Linda, tá comendo direitinho?

— O chato do Léo vai me deixar rolar, qualquer momento.

— Gosto do Léo! — ele deu aquela risada.

— Bobo, tô com saudade.

— Eu também estou. — ele disse. — segunda vou pra casa, ficaremos de boa. 

— Alô segunda-feira vem em mim! — ri. — te amo muito.

— Não mais que eu minha princesa, não mais que eu. Amo você e nosso Theozinho. 

— Papai mais lindo.

— Boba. Minha princesa mais tarde eu te ligo tá? Vou comer alguma coisa, e tenho que ir pra cidade do show. Beijo!

— Beijo meu amor, te amo, vai com Deus.

Desliguei e sorrir como uma idiota. Era muito amor por esse menino, não tem como só transborda!

— Bagunceiros vamos pra casa?

— Borá!

Cada um pegou um pouco de sacolas, vi que alguns paparazzis nos seguiam. Apenas sorrir e acenei, logo já porta do shopping esbarramos com alguns fãs que me abraçaram pediram fotos. Logo estávamos dentro do carro em direção ao Alphaville. Larissa tinha ido pra casa, Léo e Ceci comigo pro apartamento e Bruna iria se arrumar para o encontro com Breno.

Ao chegar em casa coloquei as roupinhas novas para serem lavadas, e me sentei no sofá colocando as pernas para cima.

— Hoje você quem vai ficar de babá Cecí? — sorrir.

— Sou eu miga, nosso amigo vai nos abandonar. — ela riu.

— Meu boy já estar chegando, beijo pra vocês, Cecília faça ela comer. — ele disse sério.

— Pai vai com Deus, namora muito tá? 

— Você Helena, você!

Ele riu me fazendo rir.

— Beijo pra vocês, até Helena e Cecília!

— Aí amiga agora somos nós duas, vamos tomar um banho e resolver o que vamos fazer pra comer.

— Ótimo! 

Subimos pro quarto, antes passei no quarto de Cecília com ela. Fui pro meu e tomei um banho de meia hora, precisava muito relaxar. Ao terminar, coloquei minha camisola e rezei para que não chegasse visita nenhuma, pois não iria trocar de roupa.

Saímos juntas do quarto indo para cozinha.

— Amiga preciso de alguém que me ajude com a casa.

— Helena talvez a Célia conheça alguém, você não acha? E por você já conhecer ela seria a até uma pessoa de confiança.

— Isso é verdade, amanhã vou na minha mãe. — sorrir. — aproveitar e almoçar lá!

— Furar boia Lê?

— Tem que ser né? Tem uma semana que estou aqui e ainda não fui lá. — risos. — vou matar a saudade!

— Você não presta! — ela riu.

— Pensei que você iria viajar com o Rober. — disse enquanto preparava uma salada e ela uma lasanha no microondas.

— Menina eu ia até. — ela riu. — mas Léo disse que Rafa iria chegar e você iria ficar aqui, e ele me pediu pra ficar com você. 

— Luan as vezes é exagerado né? — ri. — eu posso ficar sozinha em casa.

— Ele tem medo Lena, aliás, aquele menino te ama demais!

— Eu também amo ele e muito, mas porque? — o olhei ela.

— Quando viajo com eles eu e o Rob ficamos zoando ele, ele fala coisas lindas de você. — ela jogou a caixinha no lixo.

— Awn, sério. — devo ter ficado igual uma retardada ao saber, ela ria da minha cara. 

— Sim, precisa ver. — risos. — ele ta certo em não deixar você sozinha.

— É.. — disse pensativa.

— Quando vem o casamento?

— Se depender do Luan amanhã, de mim daqui uns anos? — ri.

— Ué por que?

— Queria que Théo entrasse na igreja como noivinho, para isso ele tem que ficar mais grandinho né amiga? — alisei minha barriga. — e ele ainda nem nasceu. 

Ela riu.

— É isso é verdade, e iria ficar lindo! 

— Sim sem dúvidas!

Assim que esquentamos a lasanha e a salada pronta nos sentamos e jantamos, colocando nosso papo em dia, aliás, tinha bastante tempo que não conversava com minha amiga. Tirei uma foto e postei.

@helenamitchell: Companheira de hoje a noite veio ficar comigo e com o Theozinho! Alô @roberlelis hoje ela é minha! Hahaha @ceciliaferreira_ te amo 💛

@helenaprincesa: Ahhh vocês são tão maravilhosas!

@luancetopa: lindaas! 

@roberlelis: triste competir com você! hahaha lindas!

@luanguri: Helena você ta linda, a Cecí também. Posta foto da barriga!

@larissamitchell: AMO!

@ceciliaferreira_: PRA VIDA TODA, AMO!

 

Anúncios

One thought on “Capítulo 75° — Companhias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s