Capítulo 72° — Mudando

— Acho que sábado vou comprar as coisinhas do Theo! — sorrir ao me soltar de Luan, enquanto ele me olhava.

— Só não esqueça de comprar a roupinha do Timão. — ele riu.

— Só? — ri.— pode deixar eu não vou esquecer. 

— E se ele não quiser torcer pro Timão? — eu o olhei segurando o riso, pois sabia que ele iria ficar sério.

— Cê ta louca? Se ele não torcer pro Timão, vai torcer pra quem? São Paulo? Mas é nunca! — ele disse e eu comecei a rir, não conseguia me controlar.

— Nossa! Já entendi.

Ele riu.

— Tô entrando! — Rober entrou em casa junto com Cecília.

— Fica à vontade! — disse.

— Ô gente vamos jantar? — Cecília disse. — temos o restaurante do pai da Lena que é ótimo, mas está mais longe e tem um que abriu a pouco tempo aqui no condomínio e é maravilhoso!

— Vamos aqui mesmo.— disse. — tô exausta, vou só pegar uma blusa de frio, pois está começando a esfriar.

— Borá então! — Luan levantou.

Eu subir até meu quarto e peguei a blusa de frio que havia separado em umas roupas fora das malas. Quando desci todos já me esperavam na porta, sair fechando a porta e fomos andando já que era no quarteirão de trás.

— Cecí sábado vou com a Bru comprar o enxoval, vamos? — a chamei.

— Sim eu animo. — ela disse empolgada.

— Aliás, meu filho tem que andar bonito hein. — Luan disse se gabando.

— Só por ser nosso filho ele vai ser lindo. — eu disse rindo.

— Mais convencida não tem! — Rober disse rindo.

— Ué! — ri.

Chegamos no restaurante que estava cheio, pedimos um lugarzinho mais reservado, nos sentamos e fizemos nossos pedidos. Luan se sentou do meu lado, Cecí de frente pra mim e Rober de pro Luan. Enquanto nossos pedidos não chegavam me deitei no ombro do Luan e conversávamos sobre tudo, mas tudo mesmo era sobre o Theo, aliás, é o centro das atenções.

Logo nosso prato chegou e jantamos numa conversa tranquila de muitas risadas, novidades e gracinhas de Luan e Rober, odiava quando ficava boiando nas piadas internas dos dois, Luan amava! Após o jantar, voltamos pra casa só que já era bem tarde e Luan também disse que iria.

— Amor deixa as coisas fácil amanhã, pois venho aqui pegar. — ele me deu um selinho demorado.

— Posso confiar em você? — ele me olhou com dúvida do que eu estava falando. 

— Ué, no que? — ele riu.

— A pessoa vai arrumar tudo certinho?

— Fala aí Testa a Ju nos prometeu não é? 

— Verdade Juliana disse.

— Ótimo a Ju é ótima, não me decepcionará. — ri. 

— Relaxa que a Bru vai e você e ela são chatas da mesma forma! — ele riu.

— Ou! — disse rindo.

— Beijo Helena, até a próxima!

— Até logo Rober! Amor, me liga amanhã ta?

— Ligo sim princesa. — ele me beijou, e também deu um beijo em minha barriga. — amo vocês, até amanhã e boa noite!

— Pra você também, te amo, me avisa quando chegar em casa. 

Ele assentiu e entrou no carro com Rober e Cecília afastou do carro, e eles logo foram. 

— Vai fazer o que agora?

— Arrumar as coisas pra voltar ao hospital amanhã, parece que tem meses que não vou. — risos.

— Ah é assim mesmo, eu também vou arrumar minhas coisas tenho aula cedo amanhã. Me mantenha informada de sábado Lena, me manda uma mensagem da hora.

— Pode deixar miga, bom beijinhos, boa noite!

— Boa noite, beijo! — ela me abraçou e atravessou a rua entrando em casa.

Entrei também e a casa e subir pro meu quarto, me troquei e me deitei na minha cama. Logo mais chegou uma mensagem do Luan dizendo ter chegado em casa, respondi. 

Fiquei durante um momento mexendo no instagram e logo surgiu estories do Luan com os amigos, Marquinhos, Douglas. Peguei no sono rápido, aliás o dia tinha sido bem cansativo e amanhã iria para o hospital.

— Finalmente Helena como é bom te ver! — Dr. Carlos Eduardo veio.

— Estou de volta. — risos. — pra felicidade de poucos e tristezas de muitos!

— Que horror menina! — ele riu. — como foi esses dias de folga?

— Maravilhosos, não vou mentir estava ótimo ficar em casa. — disse colocando meu jaleco.

— Oi! Chefe Hernan, disse que assim que chegasse fosse à sala dele. — Parker passou do meu lado junto com Daniela.

— Obrigado. — sorrir. — bom Eduardo, nos vemos depois. Beijo!

Sair andando pelos corredores até a sala do chefe da cirurgia. Bati três vezes na porta e abrir.

— Licença Hernan, posso entrar?

— Sim Dra. Helena, estava esperando você.

— No que posso ajudar? — fechei a porta, fui até ele apertamos as mãos, ele sorriu me pedindo para sentar.

— Bom Helena, é sobre sua licença maternidade. — ele disse. — você disse que ficaria aqui até os nove meses certo?

— Isso se Deus quiser. — risos.

— Mas você sabe que as regras aqui no hospital são até os seis meses de gestação realizando cirurgias, certo?

— Aham. — concordei. — Quem ficará no meu lugar Hernan?

— A Dra. Fernanda Arantes mesmo, não contratamos outra, pois serão poucos meses.— ele sorriu. — e logo uma das nossas melhores cirurgiã geral estará de volta! 

— Isso! — sorrir. — bom, tudo certo tenho algumas consultas agora, qualquer coisa me chama. — me levantei.

— Ok Helena, obrigado por vir.

— Por nada. — disse e sair da sala.

Encontrei Lisa, Laura e Valentina nos corredores que saudades das minhas amigas. Elas foram todas junto comigo para meu consultório, me contando algumas novidades. Dizendo também que estávamos precisando e um tempo sozinhas para conversar. Dei ideia de marcarmos para ir num restaurante.

— Pelo amor de Deus sem Boy! — Laura disse rindo.

— Isso sem homens! — Valentina concordou.

— Já avisa o Luan. — Lisa riu.

— Sábado? — perguntei.

— Isso, Luan nem estará em casa. Mas o Léo sim!

— Mas o Léo é um caso a parte né miga, ele pode! — Lisa disse se levantando. — vou trabalhar.

— Almoço juntas hoje? — olhei para todas, antes de saírem.

— Pode ser, encontro vocês no refeitório! — Valentina sorriu e saiu todas juntas.

— Dra. Helena! — a porta do meu consultório se abriu, e a secretária Bárbara entrou. — Suas fichas!

— Obrigado Bárbara!

E assim começou o meu dia de muito trabalho, consultas e mais consultas. Como eu não poderia mais fazer minhas cirurgias passei tudo para Dra. Fernanda, pois ela veio conversar comigo sobre os meus pacientes. Na hora do almoço encontrei as meninas e os meninos no refeitório e de intrusos sentaram com a gente Leonan e Carlos Eduardo. Estava tudo até bom, não estava incomodando até a chata da Daniela aparecer e sentar ao lado do namorado. Não é por nada não, mas quando eles se juntavam eles se tornavam insuportáveis! 

Terminei de almoçar e sair dali da mesa para poupar meus olhos de ver coisas que não era obrigado à ver. Fui pra sala dos médicos e me deitei no sofá aproveitei para ligar pro Luan, que atendeu e no fundo estava uma algazarra!

— Boa tarde Helena! — um coro disse do outro lado.

— Meu Deus. — ri. — boa tarde gente! Luan?

— Oi amor, tô aqui. — ele disse parecia sair de onde estava, o barulho tinha diminuído.

— Onde você está?

— No apartamento.— ele riu. — Ta eu Bru, Ju,  a moça que ela trouxe, Marquinhos e o Léo.

— Só bagunceiros. — eu disse rindo. — está tudo bem?

— Sim tranquilo, estamos tentando entrar num acordo com o clouset. — ele dizia rindo. — quando você chegar estará pronto!

— Espero que inteiro né?

— Vai tá amor, vai tá! — ele deu uma risada gostosa. — você tá bem? Nosso neném?

— Sim, eu estamos bem. — sorrir alisando minha barriga. Já almoçou?

— Sim sua mãe veio pra cá junto com a minha e estrearam a cozinha.

— Se eu soubesse tinha ido almoçar. — ri. — amor, até mais tarde. Beijo!

— Beijo Lê, qualquer coisa me liga. Te amo.

— Amo mais!

Desliguei o celular e Dr. Carlos Eduardo entrou na sala, ele parecia me seguir, não era possível! Ele foi até seu armário ali, e eu continuei deitada mexendo no meu celular. Vi de relance que ele me olhava, e então o olhei. Ele colocou o jaleco e sorriu.

— Seria muito cara de pau de dizer que você ficou ainda mais linda, grávida? — ele disse indo até a máquina de café.

— Sim, seria. — disse. — Mas obrigado.

Ele riu. 

— Estou só brincando com você Helena. — ele tinha um sorriso encantador, não só o sorriso, mas ele inteiro era um Dr. e que Doutor! — você não fará mais cirurgias mesmo?

— Não, até quando voltar da volta da licença maternidade. — fiz bico. — será uma eternidade!

— Mas vai curtir o momento de ser mãe. — ele sorriu. — vai ser maravilhoso.

— Certeza que sim. — sorrir. — Hm, e sua filha Milena?

— Ela tá firme. — sorriu. — sou eternamente grato a você e ao Parker!

— Que isso fizemos o que pudemos. — disse me levantando. — manda um beijo pra ela. Bom, vou voltar ao trabalho, pois já já irei pra casa.

— Eu também. — ele abriu a porta e deu espaço para que eu pudesse passar.

Assim que saímos da sala os residentes fofoqueiros olharam para nós, pois no hospital minha fama não era muito uma das melhores. E as pessoas nem amavam tomar conta da minha vida né? Imagina só. Continuei e seguir até minha sala onde voltei a trabalhar atendendo meus pacientes. 

(…)

—  Helena que bom te ver novamente, seja bem vinda! — O porteiro do Alphaville acenou e deixou que eu passasse.

— Olá Seu Antônio! — buzinei e entrei.

Seguir para casa em minutos estava na frente do condomínio, onde me identifiquei e levei o carro até a torre onde era nosso apartamento. Estacionei e peguei o minhas coisas dentro do carro. Havia esquecido de tirar até o jaleco, só tiraria lá em cima. Ao descer do carro notei o do Luan ao lado do meu. Entrei no elevador e apertei no painel vigésimo quarto andar,  digitei uma senha que Luan havia me passado. 

Então entrei pela porta da sala e na minha sala encontrei minha mãe e sogra conversando.

— Boa tarde. — disse ao entrar, dei um beijo no rosto de cada uma.

— Boa tarde querida. — as duas disseram juntas.

— Cadê o pessoal? 

— Se eu não me engano estão finalizando agora. — minha mãe riu.

— Vou ver! — disse animada, pegando minha bolsa e fui para o segundo andar ao entrar no meu quarto, a cama estava impecável, e todo mundo jogado no chão, a tarde parecia ter sido dura! — Oi, alguém vivo?

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s