Capítulo 64º – Romanticozinho 

Ao entrarmos no Projac fomos logo pro estúdio do caldeirão. 

– Luan chega meu bem, elas não vão nos falar nada.

– Pensa meu sufoco até chegar mês que vem pra descobrir se eu serei pai de menino ou menina? 

– Tá chegando é dia dez do mês que vem, menos de quinze dias. – sorrir.

– Bruna e Larissa vocês são umas chatas! – ele disse e logo em frente encontramos com uma das mulheres do programa que veio recepcionar o Luan.

Ela nos levou até o camarim e nos sentamos lá, as meninas estavam super animadas e eu ansiosa como o Luan não poderia negar. Fiquei olhando algumas revistas e conversando com Arleyde num sofá, ela falava sobre a gravidez, aliás, o assunto em todo lugar era esse. 

Luan conversava com o Luciano que entrou no camarim. 

– Luan meu amigo que bom que você veio.

– Ô Lu! – Luan abraçou o amigo. – Não poderia deixar de vir, já estava com saudade do Caldeirão. 

– Muito bom te receber aqui novamente. Trouxe amigos hoje, Oi Helena! 

Me levantei indo até o Luciano para cumprimenta-lo, ele me abraçou dando doida beijinhos na bochecha.
– Oi Luciano, bom revê-lo! – sorrir.

– E esse neném? 

– Só crescendo Lu. – Luan respondeu ao amigo animado. 

– Vai ser papai coruja esse aqui hein Helena?

– Não tenho dúvidas Luciano, não mesmo. – risos.

Ele riu e Luan me olhou sorrindo de ladinho, voltei a me sentar ao lado de Arleyde! Ele cumprimentou a Bruna e Larissa e ficou batendo papo e fazendo vídeos com o Luan. Em seguida ele saiu para começar a gravar uma parte do programa, eu estava sentindo algumas queimações e fiquei mesmo no camarim. Enquanto comia uma maçã, conversava com Bruna e Larissa.

(…)

– Em casa! – minha mãe disse ao entrar em casa arrastando sua mala, tirando os óculos de sol do rosto.

– Nossa pensei que tinham abandonado a gente. – Larissa disse.

– Oi mãe, oi pai! – disse me levantando e abraçando eles.

– Que tal um jantar em família?

Meu pai deu essa brilhante ideia, mas eu já tinha meu compromisso com o Luan. 

– Pai queria muito, mas eu tenho compromisso, vou sair pra jantar com o Luan. – disse tentando me desculpar. – amanhã ele irá viajar.

– Tudo bem filha.

– Não tem importância, Caio irá jantar com a gente.

– Nossa você é ridícula Larissa! – ri.

– Te amo! 

Bom conversamos um pouquinho com meus pais que falaram da viagem e do que resolveram. Depois me levantei para me produzir para o jantar com o Luan. Não seria apenas um jantar, e sim passar a noite num lugar só nós dois, sem ter hora pra voltar. 

Vestir um vestido mais larguinho, florido coloquei uma jaqueta jeans por cima. Peguei algumas peças de roupas minhas e do Luan que ali tinham no meu guarda-roupa, pois saberia que ele não iria trazer. Conheço o noivo que tenho.

Ao terminar tudo, desci e esperei Luan que viria pra cá. 

– Como foi na ultrassom hoje Helena? 

– Tranquilo mãe, nosso bebê tá crescendo né saudável.

– Isso é porque vem de família boa. – meu pai disse convencido, ao sentar do meu lado no sofá. – barriga está bem grandinha já.

– O sexo?

– Eu sei. – Larissa disse se gabando.

– Quando você viaja mesmo Lari? Pois, não irei aguentar você me fazendo ficar cada dia mais ansiosa.

Todo mundo riu.

– Sendo quase expulsa da minha casa, mas tá tudo bem. 

Ela riu.

Bom ouvir a buzina era Luan, em menos de um minuto a campainha tocou e eu atendi. Como ele estava maravilhoso, parei por alguns segundos para observá-lo, ele sorriu daquele jeitinho mais fofo dele, selou nossos lábios e alisou minha barriga e foi entrando.

– Amélia, João! – ele foi até meus pais cumprimentando eles.

– Luan meu querido, como você tá lindo! – essa era minha mãe, sempre mimando o genro.

– E aí meu genro, como você está?

– Tô bem demais, chegaram agora?

– Um pouco mais cedo, porque não fiquem e jantem conosco?

– Porque eu tô fazendo a supresa de hoje pai, não estraga. – disse fazendo um bico.

– Tá bom, não irei insistir… mas a Célia tá caprichando lá na cozinha.

– Ô pai!

Resmunguei, Luan me olhou rindo e achei melhor despedirmos. Lá fora Luan segurou minhas mãos e disse.

– Eu dirijo você me fala onde é, pode ser?

– Tá com medo de eu dirigir seu carro? – disse rindo entrando no carro e me sentando no banco de carona.

– Claro que não meu amor. Você dirige muito bem! – ele deu uma tosse fingida. 

– Ô seu…

Ele me interrompeu rindo. 

– Oiá, oiá! – ele riu me dando um selinho rápido e colocou o cinto.

Coloquei o cinto também, coloquei a play list do Spotify, pois seria uma hora dentro daquele carro mesmo. Ele não sabia, mas iria reclamar. Fui falando onde ele tinha que ir e ele me olhava desconfiado, até que peguei meu celular coloquei no GPS e ele me olhou.

– Sabia que você estava querendo me sequestrar, estamos indo pra casa de campo dos seus pais.

– Já já a gente chega lá né amorzinho. – sorrir, alisando sua nuca ele deu um sorrisinho. 

– O que cê tá tramando pra gente lá?

– Com a ajuda de Dona Irene, espero que ela tenha entendido pelo telefone. –risos.

Logo começou uns modão antigo, aliás a play list era do Luan e ele começou a cantar, comecei a fazer stories dele ele mandava beijinhos e disse.

– Oi pessoal do instragam da minha princesa, hoje é dia de sequestro a Helena está me sequestrando. – ele deu uma gargalhada. – beijo!

Gravei um logo em seguida.

– Tanto que tô sequestrando que ele tá digirindo né? Ah eu amo esse garoto gente. Amor, te amo. – filmei ele.

– Eu que te amo, muito! 

Nossa aqueles vídeos estavam por todas redes sociais, nos sites de notícias a manchete era: Luan Santana sequestrado pela própria noiva, só amor esse casal.  Luan ria das notícias, era engraçado. 

Ao chegarmos na casa de campo, estava um frio, imaginem só.

– Não trouxe blusa de frio.

–Trouxe uma pra você, saberia que você não iria trazer nada amor.

 – Talvez por que você não disse que viríamos pra cá né linda? – ele riu pegando uma grande mochila lá trás.

– Sou uma mocinha previnida ta? Vem vamos entrar.

– Ok mocinha previnida, mais linda que eu amo, vamos! – segurou minhas mãos e entramos.

Entramos e na sala não tinha ninguém. Escutamos que Irene cantava como sempre na cozinha, Luan deixou a mochila no sofá e fomos até lá.

– Boa noite dona Irene. – sorrir, indo abraçá-la.

– Helena minha menina quanto tempo, você tá tão linda! Gravidinha. – ela me acolheu num abraço tão gostoso. – Luan meu querido, menino você está um gato. Helena fica de olho! – ela riu.

– Ô dona Irene, que nada eu tô do mesmo jeito. – ele riu sem graça.

– Tô de olho Irene, tô de olho! 

Ri.

– Bom a mesa tá prontinha do jeito que você me pediu, tudo arrumadinho. Vou deixar vocês a sós, vou lá pra casa, pois Zé tá me esperando pra jantar. – ela sorriu. – bom jantar pra vocês e não esquecem, vocês foram feitos um pro outro. 

– Obrigado mesmo dona Irene, não sei nem como te agradecer por te me ajudado. Amo a senhora. 

– Dona Irene você que é uma fofa! E a senhora que me prometeu a ir num show meu e ainda não foi? 

– Uai meu filho,  que nem vem fazer um show aqui pra nós uai.

– Ó qualquer dia desses vou levar a senhora comigo dona Irene, você e o seu Zé!  – disse.

– Vou esperar.

Dona Irene era uma senhora simples de muito amor, por tudo e por todos. Cuidou de mim quando eu era bebê, fez parte de toda minha história. Então desde aí ela mora no fundo do quintal numa casa com seu marido José Fernando e seu neto Alessandro. Eles cuidam aqui da casa do campo há mais de vinte anos. 

– Ela é um amor né? 

– Sim meu bem. – sorrir. 

– Onde está o jantar?

– Vem! – o puxei pro cantinho ali da casa que era o meu preferido. 

Dona Irene colocou uma mesa e duas cadeiras na sacada do meu quarto no segundo andar. Como aqui era um lugar muito frio a sacada tinha janelas de vidro, que dava pra ver toda a cidade às luzes dali de cima.

Na mesa ela decorou com rosas vermelhas, velas vermelhas e brancas. Os detalhes da mesa a coisa mais linda do mundo. Luan sorriu pra mim, e disse.

– Que amor!

– Do jeitinho que eu estava esperando. – sorrir abracei o Luan. 

Na mesa um bilhetinho assinado por dona Irene.

Oi meus meninos, bom eu espero que vocês tenham gostado. Preparei tudo com muito amor e dedicação, vocês merecem. Bom no jantar a Helena disse que estava com desejos, preferir fazer a vontade do bebê essa noite! Ah! Não poderia me esquecer, tem uma deliciosa sobremesa no frigobar do seu quarto Helena, bom é isso. Espero que vocês possam aproveitar cada momentinho dessa noite. Amo vocês!    D. Irene.

Terminei de ler todo o bilhete sorridente, o Luan do mesmo modo. 

– Qual é o seu desejo?

– Tchamram! – destampei a barca de sushi, sashimis que tinha em cima da mesa.

– Hm! Que desejo mais maravilhoso amor. – Luan me beijou e puxou a cadeira para que eu pudesse me sentar, ligou o som que tinha ali numa música lentinha que tocava de fundo se sentou na minha frente. 

– Eu gosto quando você se vira desse jeito, e faz tudo do seu jeitinho Helena. – Ele serviu um pouco do vinho da taça dele, e eu peguei um pouco de suco natural de laranja. Brindamos ao nosso amor, nossa felicidade, nossa família, sorrisos, o nosso agora. Comecei a me servir um pouco do sushi. Enquanto o meu menino falava eu parei para escuta-lo. Prestava atenção em cada detalhe, ele me disse o que nunca havia me dito.

– Lê, eu antigamente quando te conheci era algo que sei lá, tipo é você e eu sou eu. Todo mundo dizia que pra mim, você apenas seria mais uma, mas eu nunca tinha pensado assim. Quando você entrou na minha vida, foi como se Deus me contasse ela é sua e vocês serão muito felizes, cuida bem dela que alguém com ela você nunca irá encontrar. – ele segurou uma das minhas mãos, e continuou. – Um presente que Deus me deu, um amor pra vida toda, e hoje somos uma família eu você e nosso nenê. Cara quando eu entrei nessa vida de músico eu jurei que nem iria sair dali de Jaraguari, quem diria que eu iria conquistar corações de todo mundo, quer iria ser amado e abençoado por onde eu passar. Você entende o que eu quero realmente dizer princesa? Que se não tivesse acontecido isso e muita outras coisas, talvez nem te conhecido e não sei se eu iria ser tão feliz como você agora. Eu só quero te dizer que nunca, nunca em hipótese alguma ouse a pensar que eu sou capaz de viver sem você. – eu já estava chorando. – Pois você é o meu presente, futuro e será pra sempre nós, eu te amo muito Helena, eu te amo demais. 

Eu só me levantei me sentei em uma das suas pernas, e o abracei só isso mais uma vez, e nem queria saber se eu estava o apertando ou não. Ele me abraçou fortemente também é ali dentro do seu abraço eu queria fazer minha morada. Não tinha um lugar melhor do que o abraço dele, o seu cheiro, o toque de suas mãos. Olhei nos olhos dele e o beijei, os lábios macios e doces e ali ainda deitei minha cabeça em seu ombro como se fosse uma criança.

– A única certeza quero tenho na minha vida é você. Só sei dizer que eu te amo muito, e pode o mundo inteiro duvidar, pois o único mundo que eu preciso que saiba eu sempre digo pra ele. Você. Eu te amo Luan, eu te amo muito. 

Ele colou sua testa na minha e sorriu, alisava meus cabelos. Selei seus lábios outra vez e me levantei, puxando outra vez minha cadeira pra mais perto do meu amor.

No clima mais romântico jantamos com muito amor, carinho e muito afeto. Depois que jantamos, me sentei encostada nele e ficamos olhando a que linda estava. Logo uma estrela cadente passou pelo céu. Olhei rapidamente pro Luan que me olhou sorrindo.

– Qual será o seu pedido? – ele esperou minha resposta.

– Meu pedido será sempre o mesmo, que já está realizado. O seu?

– Hm, e qual é? Eu pedi a Deus que sempre possa nos abençoar, e que eu tenha o que é mais de precioso na minha vida, que é você.

– Onwt, você é só amor Luan. Pelo amor de Deus. Eu peço o que sempre peço a Deus, você, nosso neném e que possamos ser sempre nós juntos, de só amor, felicidade, parceirismo, um família com você! 

– Ó muié linda, meu Deus! Ô muié linda! 

Me beijou então. 

Anúncios

One thought on “Capítulo 64º – Romanticozinho 

  1. O o sentimento como fica mexeu em Iza aí MDs vou chorar 😢😢😢😢 eles são tão lindos juntos quero pra minha guardado num pontinho de Nutella

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s