Capítulo 173° — 16 anos em Paris.

– Ô cidade maravilhosa! — Sorrir ao descer do avião.

– Linda né Mari? Nossa! — Larissa sorriu. — Então vamos logo que vamos aproveitar casa dia nesse lindo lugar!

– Isso concordo com tia Larissa, vamos logo! — Beatriz disse nos puxando e foi na frente com Leandro.

Então fomos todos atrás de nossas malas assim que pegamos, fomos em três táxi até o Hotel maravilhoso que iríamos ficar.

– Amanhã Anne chega e Juliana chega.

– Opa, que ótimo! — Sorrir.

Então fomos cada um para o nosso quarto, assim que cheguei no meu com o Luan, nós fomos pra sacada do hotel.

– Você lembra? — Ele apontou a vista.

– E como, nossa viagem há alguns anos atrás nesse mesmo hotel… — Sorrir me lembrando.

– E ainda no mesmo quarto Mari. — Rimos.

– Nossa Lu, é verdade!

– Depois de 15 anos de casados meu Deus estamos aqui, felizes e em Paris! — Ri me jogando na cama.

– Com você nada seria melhor, e amanhã. — Ele sorriu. — 16 anos de casados, você me aturando.

– Até que não ta sendo difícil não sabe? Tô sabendo lidar… — Dei um beijinho nele. — Ai homem, como eu te amo nossa.

– Já tenho planos para amanhã viu? Então não marque nada!

– Ok, me conta o que é!

– 16 anos e você não deixou de ser curiosa, meu Deus! — Rindo.

– Nossa Lu. — Fiz um bico.

Então depois de um banho, me vestir:

hj

– Mãe! — Beatriz bateu na porta. — Tô com fome, vamos almoçar?

– Abre a porta Lu. — Sorrir.

Luan abriu.

– O que é hein menina?

– Tô com fome pai. — Ela se jogou na cama do quarto. — Uau que gata!

– Obrigado filha, vamos então, cadê todo mundo?

– Está esperando vocês lá em baixo. — Ela disse. — Afinal isso já é costume né? Até nisso vocês combinam!

– Nossa Bea, e você na chatice ganha filha. — Luan riu. — Meu Deus!

– Obrigado pai eu sei, eu sei!

– Bestas! Vamos logo vamos! — Sair junto com Bea, e Luan veio atrás fechando a porta e nós entramos no elevador.

– Aleluia! — Breno disse.

– Deixa de ser abusado menino!

– Vamos andando pra ver a cidade! — Larissa disse.

– Ótimo!

– Tio Luan. — Arthur filho de Larissa falou.

– Oi cara?

– Tava falando com meu pai sabe.. — Ele riu. — Que eu quero muito aprender tocar violão, ai eu pensei, porque não pedir ajuda o tio Luan?

– O garotão mas é claro, olha eu posso te ensinar a Bea pode, até o Brenão pode.

– Breno agora só quer saber da Laví, olha lá, olha! — Ele apontou os dois casais apaixonado. — Antes ele brincava comigo.

– O filhão! — Miguel riu.

– Que lindeza esse menino gente! — Abracei Arthur.

Então logo chegamos todos juntos no restaurante procuramos uma mesa e pedimos nosso almoço, foi maravilhoso sentar com eles na mesa e ficar conversando, ver meus filhos felizes namorando. Eu amo demais todos eles reunidos com a gente! É bom, muito mesmo, olhar pra trás e ver tudo o que conquistamos e realizamos.

– Meu Deus são vocês mesmo! — Layene disse.

– Lay, mulher! — Sorrir ao me levantar e ir abraça-lá.

– Mari, nossa que  saudades de vocês. — Sorrir. — Vim passar férias com Brendinha e o Pê.

– Nós também viemos passar férias. — Sorrir.

Ela foi abraçar todos da mesa e se sentaram com a gente.

– Menina e aí conta pra gente ta gostando de morar nos EUA?

– Sim, já me acostumei né? Brenda mesmo ama onde moramos.

– Voltar pro Brasil? — Luan perguntou.

– Só a passeio! — Ela disse. — E você Lari como estão as coisas?

– Estamos indo né Lay, devagar chegamos lá. — Rindo.

– E galera não veio?

– Amanhã Juliana e Anne chegam! — Sorrir. — Qual hotel vocês estão?

Era o mesmo hotel então depois do almoço fomos passear por Paris estava um pouco frio, mas deu pra aproveitar bastante, fomos até a torre tiramos várias fotos, passeamos voltando pro hotel só a noite. Nossos filhos disseram que iriam sair para um tal show a noite, só ficando Arthur e Brenda que eram os menores.

Então fomos passear pelos lugares a noite, ficamos mais na praça da Torre Eifell e ali ficamos conversando até tarda da noite. 

Voltamos pro Hotel e Luan logo entrou pro banho e disse.

– Não quer vir junto? 

– Não acha que estamos muito velhos pra irmos para um banho juntos não? — Ri.

– Olha quem olha ainda acha que somos adolescentes, então não importa idade e sim o amor! — Ele então me puxou pro banheiro junto com ele. — Ele me beijou e lá tiramos nossas roupas.

E ele foi me colocando na banheira de espuma e lá nos amamos como dois malucos apaixonados, eram altas coisas dita ao ouvido, era uma coisa muito louca! 

No outro dia…

Acordei e não vi Luan na cama, chamei.

– Luan? — Não tinha ninguém no quarto.

Me levantei arrumei a cama, e fui tomar um banho e fazer minhas higienes e me vestir.look-porto-portugal

Quando sair do quarto olhei pra cama e lá estava ele sentado com um lindo buquê em mãos e uma linda bandeja de café da manhã, eu olhei e ele com aquele sorrisos nos lábios me deixava louca, e eu apenas sorrir.

Luan On.

Preparei com a ajuda de Beatriz uma linda surpresa pra mãe dela, mas não era só essa bandeja de café da manhã com um buquê de flores apenas, estava aprontando há um tempo pra essa viagem se acham que a Layene apareceu aqui e nos encontramos por acaso, está muito enganada hoje temos uma grande surpresa para ela e ela nem se quer imaginava.

– Meu Deus, que lindo! — Sorrir.

– Bom dia minha princesa. — Disse.

– Bom dia amor. — Ela veio até a mim e me beijou.

– Pra você meu amor.

– Amei.

Luan OF.

Marina On.

– São lindas! — Disse pegando o buquê, e tinha um cartão escrito.

“Pra você e por todo nosso amor, que dure para sempre. Eu amo você! Do seu amor: Luan!”

– Ai meu Deus! — Chorei colocando o buquê na cama e o abraçando forte e sentando no seu colo o beijando, um beijo de muito amor.

– Minha mulher, minha vida feliz 16 anos de casados.

– Obrigado meu amor, você sempre o mais perfeito não tem como! Nossa. — Disse enxugando as lágrimas que insistia em cair.

– Você merece minha linda, e merece muito!

– Te amo. 

– Te amo meu amor. — Sorrimos e nos beijamos.

Ele então me levou pra mesa preparada de café de manhã que tinha ali e tomamos nosso café conversando felizes e Luan postou uma foto nossa.

159790

“Parece que foi ontem que eu te conheci. Parece que foi ontem que eu tava admirando teu sorriso pela primeira vez. Sabia que eu notei seu sorriso desde o primeiro momento em que você passou por aquela porta? Notei seu sorriso, mas não te notei totalmente. Naquele dia não ficamos muito amigos, afinal éramos apenas duas crianças, mas aquilo era o começo. O começo da minha felicidade eterna. Aquele momento foi o estopim da mudança que ocorreria na minha vida. Então, sem ao menos que eu percebesse, começamos a nos tornar amigos de verdade. Amigos se gostam. Eu gostava de você, como amiga, é claro. Mas sinceramente, eu reparava que muitas vezes você ficava me olhando. Não queria ser convencido, então preferia deixar pra lá. Só que algo, dentro de mim, bem no fundo, torcia pra que você me olhasse. Eu nunca te disse isso. Mas ao que tudo indica, ambos sabíamos que havia um sentimento à mais entre nós, na nossa amizade. Eu não tenho palavras pra descrever, mas eu sei que você sabe do que eu tô falando. Eu sabia que você queria algo comigo, e eu torcia pra que isso fosse verdade. Eu torcia pra que não fosse só uma impressão, ou algum convencimento repentino. Em todo caso, guardei isso só pra mim, não compartilhei com ninguém. Era um sentimento tão profundo que eu não admitia nem pra eu mesma, até hoje. Que coincidência… Pois eu não tava certa?! Eu era afim de você e você era afim de mim. Em segredo. Um desejo tão oculto que demoramos um pouco pra admitir. Enquanto não admitíamos, nos aproximávamos cada vez mais. E creio, que esse foi o motivo que nos levou a não ficar apenas uma vez. Nossa amizade se fortaleceu, até que o inevitável aconteceu. Você me beijou e eu gostei… Mas, o que esperar de alguém tão sincero e perfeito que nem necessitava de palavras pra te ganhar? Talvez seja estranho ler todos essas coisas agora, depois de 16 anos de relacionamento. Uma hora a verdade aparece, apareceu agora. E a verdade é que eu sempre gostei de você, desde o início,  sem admitir, bem lá no fundo. Quem sabe eu passei a amar desde do momento em que você entrou no quarto e eu admirei seu sorriso.” Meu amor, eu te amo! @marinasantana ❤ Feliz mais um ano.

Postei.

– Amor, você se importaria se eu fosse com o Miguel ali agora?

– Não Lu, pode ir amor. — Sorrir. — Vai tranquilo.

– Ô mãe! — Beatriz me chamou.

– Sozinha não vou ficar. — Risos. — Viu?

Fui até a porta.

– Oi minha linda? Bom dia!

– Bom dia mamis, parabéns pelos 16 anos. — Ela sorriu.

– Obrigado filha. — Sorrir.

– Vamos fazer compras, vamos? Preciso de comprar uns vestidos e você aproveita e compra um pouco também, vem! — Ela me olhou.

– Vai amor é bom que você não fica aqui sozinha. — Luan disse.

– Ta bom eu vou, então chama a Lalá e a Laví pra ir com a gente. — Sorrir.

– Isso vou chamar.

– A Lay também. Só as mulheres!

– Ok, agora animou né? — Ela riu e saiu do quarto. — Já venho te chamar.

– Amor vou indo ta? Um beijo, te amo e se arruma que a noite vou te levar num lugar muito maravilhoso.

– Hmm, ta bom. — Dei um beijinho nele.

Então ele foi e eu fui postar uma foto nossa.

casal-deu-primeiro-beijo-no-altar

“Sou eternamente grata à Deus, não somente por me dar uma boa família, saúde, oportunidades, entre outras bençãos; mas sim, porque Ele me deu você de presente! E esse foi o melhor presente que eu já ganhei em toda minha vida! Deus nos protege, nos guia, nos livra de todo mal, nos guarda e abençoa nossa relação. Eu agradeço ao acordar e ao dormir, muitas vezes até durante o dia, principalmente quando vejo seu sorriso. Sou grata por ter o amor da minha vida em minhas mãos e por poder cuidá-lo. Você já pensou na quantidade de pessoas, jovens, adultos e até idosos, que procuram seu verdadeiro amor? Essas pessoas até hoje não encontraram alguém que as complete como você me completa. E eu, logo eu, tive a sorte de encontrar-te aos 3 anos de idade e uma grande amizade se tornou, melhor amigo, companheiro, amor, marido, amante, namorado tudo! Você é tudo pra mim, eu te amo, e amo nossa família. Feliz mais um ano amorzão, 16 anos ao teu lado ainda é pouco. @luansantana ❤ “

Então logo Beatriz voltou com todas as mulheres e fomos as compras, compramos de tudo, sapatos, roupas, bolsas de tudo mesmo!

Beatriz tirou uma foto comigo e postou.

mãe amor

“Perdidas em Paris! Aiaiai, te amo mamis! @marinasantana ❤ “

papai e mamãe

“Parabéns aos melhores, essa é antiga hein! Amo, amo, amo! @luansantana @marinasantana #16AnosDeLumari ❤ “

Então ficamos a tarde toda andando e comprando por Paris, almoçamos fora e Luan nem ligou nem nada estava quase dando sete da noite, quando voltamos. Cheguei e Luan estava deitado na cama vendo TV, e quando olhou eu e Beatriz com aquele monte de sacolas riu.

– Vocês não mudam nunca!

– Oi meu amor. — Sorrir indo até ele e dei um beijinho.

– Pai tô indo agora, pois vou tomar meu banho e ir passear com meu gatinho. — Ela piscou e riu.

– Seu gatinho? Ai cristo! — Luan riu.

– Ihh pai, beijo e vocês aproveitem a noite. — Ela riu. — Mãe aquele vestido viu?

– Ok Bea, beijo!

Então me deitei ao lado do Luan e ficamos namorando, rindo e conversando um pouco, mas logo era hora de se arrumar, então Luan foi primeiro e saiu enrolado na tolha me deu um beijo e eu fui, enfim assim que terminei ele estava assim.

luan-santan--felipeassumpcaoeleofranco1

– Nossa! — Me encantei.

– Como estou? — Ele sorriu.

– Maravilhoso. — Sorrir. — Vou me vestir.

– Vou terminar de arrumar meu cabelo.

Ele e esse cabelo, nunca muda! Hahaha.

Então me vestir.

tumblr_n8bc51SKSt1rald1do1_500

Fiz minha make e estava pronta pra tal noite que Luan disse.

– Me Deus, que gata! — Me abraçou beijando meu pescoço. — Estava maravilhosa.

– Você meu amor.

– Vamos?

– Vamos! — Sorrir. — Guarda meu celular no seu bolso amor.

Luan então guardou e saímos e chegamos na porta do Hotel tinha um carro que Luan alugou então ele abriu a porta pra mim, deu a volta e também se sentou lá fomos conversando, ele não me contou nada onde íamos. Então depois de uns 20 minutos ele parou na frente de uma casa com a arquitetura bem bonita e umas luzes, era bem iluminada.

– O que é aqui?

– Você vai ver quando entrar meu amor, vamos?

– Vamos! — Sorrir, estava já ansiosa e nervosa e então ele disse.

– Pode entrar meu amor.

Quando entrei  junto dele ao meu lado, tomei um susto e dei um passo pra trás.

– MEU DEUS!  

Anúncios

3 thoughts on “Capítulo 173° — 16 anos em Paris.

  1. Ai Iza continua, não faz isso com a gente não, não mata nos kkkk. Que capítulo lindo Deus, 16 anos de #lumari 💕💕 liiiindos!! Mais continue logo pra doar mais perfeito ainda

  2. Isso Izabella, mata suas leitoras do coração 😭😭😭😭😭
    16 anos de Lumari já? Mesmo eu ainda sendo trouxa shippando Brumari, amo demais esse casal 😍
    E olha só, eu apareci de novo hahahahaha amei, quero outro logo! ❤😚

  3. Vc quer me matar do coração Izaa?? Continua logo q eu tô louca pra ver q surpresa eh essaa! Melhor casal desse mundo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s